domingo, 17 de janeiro de 2021

Padroeiro de São Gonçalo celebrado por quatro dias com restrições

O número de participantes será limitado a 150 pessoas, obedecendo aos protocolos de distanciamento. Foto: Marcelo Tavares

Seguindo todos os protocolos para evitar o contágio do novo coronavírus, São Gonçalo inicia nesta quinta-feira (7) as celebrações pelo dia do padroeiro do município, São Gonçalo do Amarante, comemorado no próximo domingo, dia 10.

Haverá missas na Igreja Matriz de São Gonçalo, com público reduzido e transmissão via internet, lançamento de livro e missa campal. A tradicional procissão não será realizada em virtude da pandemia.

No domingo, ponto alto de comemorações pelo dia de São Gonçalo do Amarante, haverá a realização de missas às 7h, 9h, 11h e 19h. O prefeito Capitão Nelson (Avante) e do vice-prefeito, Sérgio Gevú (PL), participarão da celebração. 

Neste ano, as celebrações terão público reduzido e os participantes terão que se inscrever pela internet. O número de participantes será limitado a 150 pessoas, obedecendo aos protocolos de distanciamento.

“Uma equipe preparada estará a postos para observar se os protocolos estão sendo cumpridos. São ações necessárias nesse período”, disse o padre André Luis Siqueira.

Para todos os participantes será obrigatório o uso de máscara de proteção facial que cubra nariz e boca, além da recomendação de que a pessoa porte o próprio recipiente com álcool em gel, além do que será disponibilizado na paróquia.

Como a limitação na quantidade de vagas disponíveis, para que nenhum devoto de São Gonçalo perca as celebrações, as missas serão transmitidas via internet, através do canal de Youtube da paróquia.

Segundo o padre André Luis, tempos difíceis reforçam ainda mais a importância da fé.

“Em meio ao cenário de desesperança que temos vivido, as pessoas não veem solução em curto prazo. O índice de desemprego é altíssimo, a saúde está precária. A fé é buscada como esperança. A fé é sempre importante, porém, quanto mais complicado o cenário, a fé se mostra ainda mais relevante para as pessoas”, disse o pároco.

Na sexta-feira (8), haverá o lançamento do livro “Um ilustre desconhecido – Gonçalo Gonçalves, os processos de colonização lusa nas terras guanabarinas e identidade local”, do autor Rui Aniceto Nascimento Fernandes.

A publicação traz a história do português Gonçalo Gonçalves, que se confunde com o nascimento do município, quando em 1579, Gonçalo ergueu a Paróquia de São Gonçalo do Amarante para homenagear seu santo de devoção, dando origem à cidade. No sábado, dia 8, haverá celebração de missa e contação de histórias.

Programação

Quinta feira, dia 7 de janeiro

Missa e adoração às 19h

Sexta-feira, dia 8 de janeiro

Missa e lançamento do livro “Um ilustre desconhecido – Gonçalo Gonçalves, os processos de colonização lusa nas terras guanabarinas e identidade local”, publicação que conta a trajetória e vida de Gonçalo Gonçalves, do autor Rui Aniceto Nascimento Fernandes.

Sábado, dia 9 de janeiro

Missa Campal e contação de história sobre a vida do padroeiro.

Domingo, dia 10 de janeiro, dia do padroeiro

Celebração de missas às 7h, 9h,11h e 19h

Música ao vivo às 20h30: Violão e suas possibilidades.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *