sexta, 30 de julho de 2021

Sem Marvel e DC, Netflix luta contra sucateamento e lança novos heróis

Com a ascensão do Disney+ e do HBO MAX, a Netflix tem sofrido um verdadeiro sucateamento das produções de super-heróis, já que a Disney detém os direitos da Marvel e a Warner, que faz parte do grupo da HBO, possui os da DC Comics. Dessa forma, os novos serviços de streaming têm retirado seus filmes e séries da veterana Netlix e reunindo-os em suas próprias plataformas. Mas aparentemente a locadora vermelha já estava prevenida quanto a isso e inicia nessa sexta-feira (7) um novo universo de heróis: o Millarworld.

O Millarworld é composto pelo grupo de obras do quadrinista Mark Millar, que já trabalhou para Marvel e DC, dando origem a renomadas obras, como Guerra Civil e Superman: Entre a Foice e o Martelo. Porém, depois de trabalhar nas gigantes dos quadrinhos, fundou em 2004 sua própria empresa, Millarworld, que concedeu os direitos de suas obras para a Netflix em 2017.

As adaptações das obras de Mark Millar não são uma novidade, já que quadrinhos, como Procurado e Kick-Ass, ganharam as telonas e conquistaram o público por trazerem uma versão madura, problemática e real do universo dos super-heróis. Agora, essas obras invadirão as casas dos espectadores sob o selo da Netflix, começando por Legado de Júpiter.

Legado de Júpiter tem como principal tema o conflito de gerações, a HQ conta a história de um grupo de heróis denominado A União, o qual respeita rigorosamente um código de conduta que inclui o não envolvimento em questões políticas e a defesa da vida, até mesmo dos seus vilões. Porém, com o surgimento de uma nova geração de heróis, todos os pontos dessa ética são colocados à prova.

Além do Legado de Júpiter, outras obras já estão previstas para a Netflix, como Imperatriz, uma ópera espacial no maior estilo Star Wars, que conta a história de uma mulher que é casada com o maior vilão do universo, e Jesus Americano, que narra a vida de um garoto que é visto como o novo Messias por uma pequena comunidade, ambas as produções trazem o humor e as polêmicas características de Mark Millar.

Legado de Júpiter estreia na Netflix nesta sexta (7).

Jonny Salles é aficionado pelo mundo nerd, que acompanha, debate e vivencia, seja numa roda de amigos, ou em seu canal do Youtube ‘Geek Barba’.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');