O atleta da equipe de base do Clube de Regatas do Flamengo Jonatha Cruz Ventura, de 15 anos, um dos três jovens feridos no incêndio no Ninho do Urubu, na Vargem Grande, teve uma melhora no quadro clínico, de acordo com o Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, onde está internado. Dez atletas não tiveram tempo de sair do alojamento e morreram queimados no incêndio ocorrido na madrugada do dia 8 de fevereiro.

Centro de treinamento presidente George Helal, conhecido com Ninho do Urubu, é utilizado pela equipe de futebol do Flamengo. Foto da área destruída no centro de treinamento do Flamengo após incêndio. (Foto/Divulgação: Agência Brasil)

De acordo com boletim médico divulgado nesta sexta-feira (5), o quadro de saúde “evoluiu com melhora da dor abdominal, com redução da analgesia, da inapetência e dos exames laboratoriais”. O atleta segue sem antibióticos e sem febre, e foi iniciada dieta específica para o quadro.

Na última terça-feira (3) Jhonata foi transferido do quarto para a unidade semi-intensiva do Hospital Vitória, para ficar 48 horas sob observação. Após dores abdominais, os médicos suspeitaram que ele estivesse com pancreatite medicamentosa. No dia anterior, o atleta foi submetido a uma cirurgia reparadora no braço direito e na orelha direita.

Quadro clínico

Jonatha ficou em estado gravíssimo ao ser retirado do alojamento com 30% do corpo queimado. Ele esteve internado inicialmente no Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz e depois de melhora no quadro clínico foi transferido pelo clube para o Hospital Vitória.

Os outros dois atletas também feridos no incêndio, Cauan Emanuel Gomes Nunes, de 14 anos, e Francisco Diogo Bento Alves, de 15 anos, conseguiram sair mais rápido do alojamento. Eles ficaram internados por algum tempo, mas se recuperam bem e deixaram logo o Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca.

Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *