Em graves dificuldades financeiras, a diretoria do Botafogo decidiu vender o mando de campo do jogo contra o Fluminense, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de reconhecer que o clube precisa de receita para amenizar a situação que afeta jogadores e funcionários do clube, o técnico Eduardo Barroca deixou transparecer que preferia que a partida fosse disputada no estádio Nilton Santos onde as chances de vitória são maiores.

O treinador do Alvinegro de General Severiano disse que o assunto não está sob a sua responsabilidade e que ele também não é responsável por honrar os compromissos. Por isso, precisa entender e respeitar a decisão da diretoria.

“Cabe a mim, dentro das circunstâncias, trabalhar na nossa plenitude para podermos brigar pelo máximo que conseguirmos no Campeonato Brasileiro”, disse.

Após a vitória sobre o Atlético MG, Eduardo Barroca fez questão de comentar a posição dos jogadores que estão convivendo com salários atrasados e sem grande perspectiva de solução. O treinador disse que os jogadores têm trabalhado com intensidade pela preservação do lado desportivo.

Premiação do Brasileirão pode ajudar nas contas

Se o Campeonato Brasileiro terminasse agora, o Botafogo estaria em 10º lugar. Com a colocação, o clube teria direito a receber R$ 18,15 milhões em premiação paga pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O dinheiro é mais do que bem-vindo para um time que luta contra dívidas e salários atrasados de jogadores e funcionários. Portanto, apesar de toda a crise financeira, o esforço dentro de campo para conquistar uma posição ainda melhor na tabela pode garantir um final de ano fora do vermelho para os alvinegros. O campeão, por exemplo, vai levar R$ 33 milhões e o vice: R$ 31,35 milhões.

Chegar tão alto pode parecer mais difícil para o elenco botafoguense, mas o sexto lugar do Brasileirão, hoje ocupado pelo Internacional com quatro pontos à frente dos cariocas, já garante R$ 24,75 milhões.

O time de Eduardo Barroca volta a campo, neste sábado (14), às 21h, na última partida do primeiro turno da competição contra o Ceará. A partir de quarta-feira (11), está previsto que os jogadores voltem a conceder entrevistas coletivas à imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *