segunda, 25 de janeiro de 2021

Botafogo sai na frente, mas leva virada do Internacional

O Botafogo amarga a sétima derrota seguida no Brasileiro. Foto: Vitor Silva/Botafogo

A dramática situação do Botafogo no Campeonato Brasileiro ganhou mais um capítulo. Agora com dose de polêmica. O Fogão levou a virada e perdeu para o Internacional por 2 a 1, neste sábado (12), no Beira-Rio, pela 25ª rodada. A reclamação carioca é justamente no gol que sacramentou mais uma derrota no torneio.

A confusão aconteceu no segundo tempo, quando o Botafogo teve falta a favor. A arbitragem considerou que Kevin de fato cobrou a infração nos pés de Yuri Alberto, que marcou para o Inter.

O Botafogo amarga a sétima derrota seguida no Brasileiro. Ao todo, são 12 jogos consecutivos sem vencer, somando também a eliminação na Copa do Brasil. Já o Inter faz as pazes com a vitória no torneio após sete rodadas sem ganhar.

O clube carioca está na 19ª colocação, com apenas 20 pontos. O drama só aumenta. O Internacional ganha moral na luta pelo G-4: é o quinto colocado, com 41 pontos.

Na próxima rodada do Brasileiro, o Botafogo tem um confronto direto na luta contra o rebaixamento. O Fogão encara o Coritiba, sábado (19), às 21h, no Couto Pereira. O Inter também enfrenta um rival direto na briga pelo G-4: recebe o Palmeiras, sábado, às 21h, no Beira-Rio.

Na frente

Recuperado da Covid-19, Barroca comandou seu primeiro jogo no retorno ao Botafogo. Victor Luis e Honda voltaram ao time titular. Warley foi a escolha para o ataque e Helerson para a zaga. Marcinho e Kalou foram barrados pelo técnico.

O Botafogo ameaçou logo aos dois minutos. Nazário foi lançado dentro da área e chutou cruzado, mas a zaga do Inter cortou. A resposta colorada foi com Yuri Alberto, que conseguiu finalizar, mas mandou para fora. O Fogão tinha uma exibição segura e abriu o placar aos 27 minutos. Após cobrança de escanteio, José Welinson roubou a bola de Patrick e levantou para área. Pedro Raul, livre, cabeceou para o fundo do gol: 1 a 0.

O Inter quase empatou dois minutos depois. Edenílson emendou na trave. Aos 35, o Botafogo não conseguiu escapar. Moisés invadiu a área e acertou a trave. No rebote, Patrick completou. Victor Luis tentou cortar, mas a bola já havia entrado: 1 a 1.

O Botafogo teve duas chances para ir para o intervalo em vantagem. Honda, em vez de chutar, tentou achar Pedro Raul, que não alcançou. Depois, Helerson ficou com sobra dentro da área e emendou com força, mas para fora, com perigo.

Virada

Abel Braga fez logo duas mudanças no intervalo. Heitor e Rodrigo Dourado entraram. Rodinei e Rodrigo Lindoso saíram. O Botafogo voltou melhor, mas encontrava dificuldade em criar chance real de gol. Yuri Alberto, então, quase virou, mas o desvio de cabeça foi para fora. Barroca fez a primeira mudança e lançou Éber Bessa no lugar de Bruno Nazário.

O jogo, então, teve um lance confuso que gerou polêmica. O Botafogo teve uma falta a favor em sua intermediária. Kevin parou a bola e tocou, aparentemente, para Diego Cavalieri, de fato, fazer a cobrança, mas Yuri Alberto interceptou e chutou para o gol. O árbitro, de costas para o lance, não viu a jogada e precisou da ajuda do VAR. Após consultar o que aconteceu, ele validou o gol.

O Botafogo sentiu o baque. Barroca colocou Matheus Babi e Rhuan. Saíram José Welinson e Warley. O clube carioca tentou partir para cima, mas o Internacional segurou o resultado. O drama alvinegro só aumenta.

Gazeta Esportiva

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *