sexta, 18 de setembro de 2020

Brasil vence a Argentina e garante vaga nas Olimpíadas de Tóquio

Paulinho abriu o placar para o Brasil em Bucaramanga. Foto: Divulgação – Lucas Figueiredo

O atual campeão olímpico masculino de futebol está garantido nos Jogos de Tóquio. A Seleção Brasileira venceu a Argentina por 3 a 0, na noite deste domingo (9), e garantiu a classificação para as Olimpíadas, em partida disputada em Bucaramanga, na Colômbia.

Depois dos dois empates nas primeiras rodadas do quadrangular final do torneio (diante de Colômbia e Uruguai), o Brasil entrou em campo neste domingo com a obrigação de vencer, por conta do triunfo dos uruguaios sobre os colombianos no primeiro duelo do dia.

Com a Argentina já classificada antecipadamente, a Seleção começou bem a partida e inaugurou o placar logo aos 12 minutos do primeiro tempo. Pedrinho fez um ótimo passe em velocidade para Paulinho, que ajeitou no peito, invadiu a área e finalizou no canto para marcar.

Pouco depois, Matheus Cunha recebeu cruzamento por baixo de Caio Henrique e arrematou. A bola desviou na marcação e acertou o travessão. A equipe de André Jardine continuou pressionando a Argentina, que não conseguia impor dificuldades ao Brasil.

Assim, aos 29 minutos, o time verde e amarelo ampliou. Depois de falha no recuo da defesa adversária, Matheus Cunha apareceu completamente livre e encobriu do goleiro. O atacante ainda correu para completar, mas o defensor apareceu em cima da linha para evitar. No rebote, Matheus Cunha ficou sozinho com o gol aberto e, enfim, marcou o segundo.

Antes do fim do primeiro tempo, o Brasil ainda desperdiçou chance incrível. Reinier recebeu em velocidade pela esquerda, invadiu a área e finalizou, para defesa do goleiro, enquanto Paulinho pedia no meio para que pudesse chutar.

No segundo tempo, a Seleção Brasileira conseguiu o que mais queria: mais um gol rápido. Em cobrança rápida de lateral de Guga, aos 9, Matheus Cunha limpou a marcação pela direita da área e tocou para Paulinho, que devolveu para o atacante bater rasteiro. A bola ainda desviou na zaga antes de entrar no gol.

O Brasil seguiu ditando o ritmo do jogo, desperdiçou chances de ampliar e não foi ameaçado pela Argentina até o apito final, fazendo a festa no gramado do estádio Alfonso López, em Bucaramanga.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *