quinta, 03 de dezembro de 2020

Brasileiros e argentinos se enfrentam nas Oitavas da Libertadores

Três dos seis clubes brasileiros fazem duelos com equipes hermanas. Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Três dos seis representantes brasileiros nas oitavas de final da Copa Libertadores da América terão pela frente adversários argentinos. O sorteio das partidas e dos cruzamentos foi realizado nesta sexta-feira (23), na sede da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), em Luque (Paraguai).

Atual campeão e na busca pelo terceiro título, o Flamengo medirá forças com o Racing, que levantou a taça em 1967. Duas vezes ganhador, o Internacional terá como rival o Boca Juniors, dono de seis troféus sul-americanos. Já o Athletico Paranaense – que busca a glória inédita – enfrentará o River Plate, tetra da América e vice em 2019. O Santos também enfrentará um campeão da Libertadores no mata-mata, mas vindo do Equador. Com três títulos, o Peixe será adversário da LDU, que ganhou o torneio em 2008.

Palmeiras e Grêmio são os únicos times do país que não terão rivais com título de Libertadores no currículo. Atrás do bicampeonato, o Verdão – que fez a melhor campanha da primeira fase – terá pela frente o estreante Delfín, do Equador. Já o Tricolor Gaúcho, que persegue o tetra do continente, pegará o Guaraní, do Paraguai.

Por terem encerrado a fase de grupos na liderança, Flamengo, Santos, Palmeiras e Grêmio realizarão o segundo e decisivo jogo dos respectivos confrontos em casa. Athletico e Inter, que ficaram em segundo lugar, serão mandantes na primeira partida. Os duelos de ida ocorrerão entre 24 e 25 de novembro, enquanto os de volta estão previstos para os dias 1 e 2 de dezembro. A decisão da Libertadores será em 2021, no Maracanã.

Os cruzamentos do mata-mata indicam confrontos entre brasileiros nas quartas e até em uma semifinal, caso as equipes avancem. O ganhador de Santos e LDU enfrenta quem passar de Grêmio e Guaraní. Há a possibilidade de santistas e tricolores reeditarem o duelo que definiu vaga na final da Libertadores em 2007. Na ocasião, os gaúchos levaram a melhor.

Já o vencedor entre Flamengo e Racing terá como adversário o classificado entre Inter e Boca. Caso sigam adiante, rubro-negros e colorados voltariam a se encontrar pelas quartas de final, como aconteceu em 2019. No ano passado, os cariocas seguiram adiante para enfrentar o Grêmio na semifinal, em outro confronto que pode se repetir.

Agência Brasil

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *