quarta, 20 de janeiro de 2021

Bruno Henrique rebate críticas: “Não falta intensidade”

Bruno Henrique participou de coletiva. Foto: Alexandre Vidal/CRF

O atacante Bruno Henrique concedeu entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (8) através do canal oficial do Flamengo no YouTube. Ele comentou sobre diversos assuntos e utilizou o espaço para rebater as críticas sobre a má fase do Rubro-Negro.

– A intensidade do treino do Rogério é a mesma do Jorge Jesus. Desde a saída do Mister não tínhamos um treino e jogo em alta intensidade como com o Rogério. O nível de entrega está sendo 100%. Não vejo que esteja faltando intensidade.

Bruno afirmou que os jogadores têm se cobrado por resultados melhores e que todos ficam tristes com os tropeços.

– A gente fica triste e envergonhado pelo resultado, mas a cobrança existe dos jogadores após o jogo. A direção sempre cobra assim como o Rogério. Escapou a vitória que estava nas nossas mãos. Peço desculpas pelo jogo, mas a cobrança sempre existe.

Além de comentar o sentimento de ter deixado escapar a chance de reduzir a diferença de pontos entre Flamengo e São Paulo, o atacante reconheceu que não vive sua melhor fase no clube.

– O impacto é de tristeza porque o São Paulo estava perdendo e nós ganhando. Quero fazer gols em todos os jogos independente de clássico ou não. Sei que estou um pouco abaixo, mas nunca me faltará empenho e garra que sempre tive para ajudar o Flamengo. Frustrante e tristeza de mais uma vez poder encostar no São Paulo e não vencermos. Foi um jogo que a gente ficou super triste. Vestiário de velório. A gente vai trabalhar para fazer um grande jogo domingo e acertar onde tem que acertar.

Além de fatores técnicos e táticos, Bruno afirmou que a ausência da torcida é um ponto importante na queda de rendimento do grupo.

– Perdemos muito com o fator torcida. Jogávamos com 70 mil pessoas nos apoiando. Quem vem hoje não tem aquela pressão. Foi um ponto que perdemos bastante nesse pós-pandemia. Sem a torcida estamos tendo dificuldades nesses jogos. A gente perde o 12º jogador que é a torcida. Nos momentos que mais precisamos de incentivo e apoio não conseguimos. Tenho certeza que se tivesse a torcida conseguiríamos essas viradas. Não tendo torcida, qualquer time que vem, chega solto e sem pressão.

O Flamengo volta a campo no próximo domingo (10), no Maracanã, contra o Ceará, em partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *