sábado, 10 de abril de 2021

CBF estuda plano para retorno do público aos estádios

Final da Libertadores teve ‘convidados’ como público. Foto: Lucas Musetti Perazolli

A Confederação Brasileira de Futebol já estuda nos bastidores um projeto para a volta do público aos estádios de futebol já no Campeonato Brasileiro de 2021, que tem início agendado para o fim de maio.

No entanto, a mudança é avaliada em médio prazo e deve acontecer somente no segundo turno da competição, em meados de setembro. A entidade brasileira analisa possibilidades baseadas em modelos do exterior.

A hipótese foi levantada em reunião do conselho técnico da Série A há cerca de duas semanas, segundo o jornalista Marcel Rizzo, do UOL. A CBF deve criar uma comissão que envolva também médicos e funcionários do Ministério Público.

A ideia inicial engloba duas possibilidades: liberar as arenas apenas para os vacinados ou permitir um retorno gradual do público geral mediante apresentação do teste ‘PCR’ com resultado negativo.

Caso haja aceleração no número de vacinados nos próximos meses, a previsão de volta dos torcedores aos estádios pode ser antecipada. A ideia inicial é liberar 30% da capacidade e depois aumentar gradualmente.

O plano, no entanto, não é fácil. A Confederação precisará contornar a oposição de alguns estados – que são, em muitos casos, a favor da paralisação geral do futebol no país devido à pandemia do novo coronavírus.

Por outro lado, muitos clubes devem ser a favor, já que o prejuízo sem os torcedores foi enorme. O Flamengo, por exemplo, registrou queda de R$ 100 milhões sem os rubro-negros no Maracanã. Já o Palmeiras sinalizou redução de R$ 75 milhões nas receitas do Allianz Parque.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *