sábado, 10 de abril de 2021

Esgrimista brasileiro se classifica para as Olimpíadas de Tóquio

Guilherme Toldo se garantiu nos Jogos. Foto: Reprodução/Twitter

Depois da campeã mundial Nathalie Moellhausen, a esgrima brasileira tem mais um representante assegurado nas Olimpíadas de Tóquio, no Japão.

Nesta sexta-feira (26), Guilherme Toldo se garantiu nos Jogos nas disputas do florete ao conquistar um lugar entre os 64 melhores do torneio masculino do Grand Prix de Doha, no Catar. A competição fecha o ranking de classificação para o evento na capital japonesa.

Será a segunda participação olímpica de Toldo, um dos esgrimistas do país na Olimpíada de Londres, no Reino Unido, em 2012. O gaúcho, 26º colocado no ranking mundial, assegurou vaga em Tóquio como o atleta das Américas mais bem colocado fora Estados Unidos (país classificado pelo ranking de equipes) e Canadá (melhor seleção do continente depois dos EUA), superando a concorrência do venezuelano Victor León, atualmente no 66º lugar.

Toldo, que não competia internacionalmente há 13 meses, venceu quatro jogos e perdeu dois na fase de poules (grupos), classificando-se à segunda etapa, que reuniu os 128 melhores do Grand Prix.

O gaúcho derrotou o turco Martino Minuto e avançou à fase de 64. León, por sua vez, foi superado pelo norte-americano Bryce Louie na mesma etapa. Esse tropeço do venezuelano garantiu o brasileiro em Tóquio.

Toldo volta a competir no domingo (28), às 3h20 (horário de Brasília), contra o britânico Marcus Mepstead, 15º do mundo. Caso se classifique entre os 32 melhores, o gaúcho enfrentará o sul-coreano Kim Dongsu ou o francês Wallerand Roger por uma vaga nas oitavas de final.

Disputa feminina

Neste sábado (27), a partir das 3h, começa o torneio feminino em Doha, com duas brasileiras. Uma é Rafaella Gomes, de 17 anos, que disputará o primeiro campeonato internacional adulto da carreira.

A outra é Bia Bulcão, que pode assegurar – assim como Toldo – vaga em Tóquio se encerrar a competição como a melhor das Américas no ranking olímpico.

A paulista, 83º colocada e que não compete há um ano, briga com a colombiana Saskia Loretta Garcia (40ª) e a venezuelana Anabella Gonzalez (76ª). Bronze nos Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru) em 2019, ela já está garantida, pelo menos, no Pré-Olímpico do Panamá, no fim de abril.

Agência Brasil

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *