quarta, 27 de janeiro de 2021

Flamengo fica no empate com Fortaleza e perde vice-liderança

Pedro desperdiçou um pênalti no primeiro tempo. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

No último jogo de 2020, o Flamengo apresentou um futebol de “fim de ano”, sem inspiração e sem a tensão de quem briga pelo título. O empate sem gols com o Fortaleza, neste sábado (26), no Castelão, foi um balde de água fria no embalo rubro-negro no Campeonato Brasileiro. Pedro desperdiçou um pênalti no primeiro tempo.

Com o resultado, o Flamengo perdeu uma posição na tabela e agora é o terceiro colocado. O Atlético-MG assumiu a vice-liderança, também com 49 pontos, mas com vantagem por ter uma vitória a mais. O clube carioca ainda pode ver o São Paulo ampliar a vantagem na liderança.

Na briga contra a degola, o Fortaleza agora tem 31 pontos e ocupa a 14ª colocação. O Flamengo volta a campo no dia 6 e tem o rival Fluminense pela frente, no Maracanã. O Fortaleza, também no dia 6, vai enfrentar o Sport, na Ilha do Retiro.

Contra o Fortaleza, o Flamengo não teve Diego Alves, lesionado, Filipe Luís e Gabigol, suspensos. Porém, contou com o retorno de Willian Arão, recuperado de lesão.

Primeiro tempo

O Flamengo encontrava dificuldade para criar. Quando chegou bem, aos 13 minutos, quase marcou. Renê foi lançado por Gerson e cruzou para trás para Bruno Henrique. O chute do atacante desviou na zaga e por pouco não entrou.

A atuação rubro-negra era sem brilho. O Flamengo girava e girava a bola, mas sem acelerar o jogo e esbarrava na marcação do Fortaleza. Foi aí que surgiu o talento. Pedro recebeu na entrada da área, deu um chapéu no zagueiro e invadiu a área. Ele foi atrapalhado e derrubado por Jackson. Pênalti. Na cobrança, Pedro escorregou e a bola, cobrada com pé direito, bateu no esquerdo. Dois toques. Gol anulado.

Porém, a arbitragem não viu a invasão por parte do Fortaleza, o que poderia ter mandado repetir a cobrança.

https://twitter.com/Gustavo_BrK/status/1342986578373844992

O Fortaleza, que entrou para frear o Flamengo, até conseguiu, devido ao azar de Pedro, mas pouco ameaçou. A estratégia de buscar o contra-ataque não surtiu efeito no primeiro tempo.

‘Fim de ano’

Rogério Ceni mudou no intervalo e trocou de lateral-direito. Isla, amarelado logo aos três minutos, saiu para entrada de João Lucas. O segundo tempo teve o mesmo panorama. O Flamengo com mais posse de bola. Porém, sem conseguir criar.

Em uma rara oportunidade, Pedro parou em Felipe Alves. O goleiro defendeu a finalização à queima-roupa, após cruzamento. Ceni lançou o Flamengo ao ataque. Diego entrou no lugar de Arão e Vitinho substituiu Éverton Ribeiro.

Gazeta Esportiva

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *