sexta, 25 de setembro de 2020

Fluminense fica no empate na estreia da Sul-Americana

Foto: Lucas Merçon/ Fluminense

Fluminense e Union La Calera estrearam na Copa Sul-Americana com um empate em 1 a 1 na noite desta terça-feira (4), no Maracanã. Diante de uma equipe que veio ao Rio de Janeiro com o objetivo claro de não perder, o Flu não jogou bem e decepcionou pela segunda vez seguida na temporada. No sábado, o Tricolor sofreu sua primeira derrota em 2020 ao cair diante do Boavista, pela Taça Guanabara.

Os dois gols do jogo foram marcados no segundo tempo. O Flu saiu na frente com Evanilson e o La Calera empatou com Castellani no seu único chute em gol nos 90 minutos.

O jogo de volta será no dia 18, em La Calera no Chile. Para avançar, o Fluminense precisa da vitória ou de um empate por mais de 1 gol.

O Jogo – Quando a bola rolou no Maracanã, o Union La Calera tentou marcar a saída de bola do Fluminense, que errava muitos passes e tinha dificuldades para organizar jogadas. A equipe chilena, por sua vez, se não deixava o Flu jogar, também não ameaçava o gol defendido por Muriel.

Aos poucos o Tricolor foi se acertando em campo e conseguiu chegar com perigo aos 17 minutos, em contra-ataque. Nenê iniciou a jogada e achou Miguel na área. O meia bateu de primeira e Arias defendeu. Na sequência, Nenê cobrou escanteio, Gilberto desviou de cabeça e acertou a rede pelo lado de fora.

Aos 27, Miguel recebeu de Matheus Alessandro na área, dominou e tentou o gol por cobertura, mas Arias mandou para escanteio. O goleiro chileno voltou a salvar sua equipe aos 39. Nenê cobrou falta na área e a defesa afastou. Luccas Claro pegou o rebote e, de cabeça, alcançou Gilberto na área. Livre, o lateral chutou e Arias fez grande defesa.

Odair Hellmann mexeu na equipe no intervalo e sacou o meia Yago Felipe para a entrada do atacante Marcos Paulo. O Flu levou quase 20 minutos para chegar perto de abrir o placar. Miguel recebeu livre na área, foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para trás. Marcos Paulo e Nenê não alcançaram e o gol não saiu.

No minuto seguinte, Matheus Alessandro deixou o campo substituído por Evanilson. A estrela do atacante brilhou aos 25 minutos. Marcos Paulo deixou Evanilson na cara do goleiro e ele não perdoou: 1 a 0 Flu.

Não deu nem tempo para comemorar e o La Calera conseguiu o empate. Bobeira na defesa Tricolor, Saéz toma de Hudson e serve Castellani, que mandou de primeira e acertou o canto.

Com o empate novamente no placar, o La Calera fez de tudo para retardar a partida. O Flu tentava avançar em busca do gol da vitória e foi ajudado aos 36 quando Thomas Rodríguez foi expulso por lance violento. Com a vantagem numérica, o Tricolor pressionou até o fim, mas teve de se conformar com o empate.

(Gazeta Esportiva)

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *