segunda, 17 de maio de 2021

Fluminense vence o Botafogo por 1 a 0 no Maracanã

Fluminense venceu o clássico carioca por 1 a 0, no Maracanã. Foto: Mailson Santana/ Fluminense FC

O Fluminense levou a melhor no clássico com o Botafogo e venceu por 1 a 0, neste sábado (17), no Maracanã, pela 10ª rodada do Campeonato Carioca. O Tricolor garante classificação para a semifinal do Estadual e deixa o rival sem chances de título.

Agora, o Fluminense foca na estreia na Libertadores. Na quinta-feira (22), o Tricolor encara o River Plate, no Maracanã. Depois, enfrenta o Madureira, na última rodada da fase de classificação do Carioca – o Fluzão pulou para 19 pontos. A atuação no clássico, no entanto, não empolgou.

Em reconstrução, o Botafogo amarga mais um baque neste início de temporada. Após ser eliminado na Copa do Brasil para o ABC, o Fogão não tem mais chances de brigar pelo título do Carioca – continua com 12 pontos. Na próxima rodada, enfrenta o Macaé.

Primeiro tempo ruim no Maracanã

Roger Machado optou por uma trinca no meio de campo do Fluminense, com Wellington, Martinelli e Yago Felipe. Nenê atuou aberto pela ponta esquerda, com Kayky na direita e Fred centralizado. O Flu foi superior no primeiro, com mais posse de bola. Porém, com muita dificuldade para criar. A bronca tricolor foi com a arbitragem, em pedido de pênalti em Kayky.

O Botafogo teve um desfalque de última hora. Kayque, que seria titular, sentiu no aquecimento e deu lugar a Luiz Otávio. O Fogão não se achou no primeiro tempo, com muitos passes errados e pouco poder ofensivo.

Por sinal, a etapa inicial foi fraca tecnicamente e sem emoção.

Fluminense dá o bote no começo do 2º tempo

O Botafogo voltou para a etapa final com Felipe Ferreira no lugar de Marco Antônio. Aos três minutos, o Fluminense abriu o placar. Nenê cobrou falta, Nino ganhou pelo alto e fez 1 a 0.

O Fogão sentiu o gol e quase se complicou. Após erro da zaga, Wellington aproveitou e soltou uma bomba da entrada da área. Douglas Borges espalmou. Chamusca fez mais duas mudanças. Ele colocou Marcinho e Warley. Saíram Marco Antônio e Matheus Nascimento.

Roger Machado também mudou e promoveu duas estreias: Samuel Xavier e Cazares. Além deles, Gabriel Teixeira também entrou. Saíram Kayky, Calegari e Yago Felipe.

O Fluminense soube segurar a vantagem, sem correr riscos. O Botafogo, apesar das mudanças, ainda sofreu ofensivamente e perdeu o clássico.

Gazeta Esportiva

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');