domingo, 20 de setembro de 2020

Foi no sufoco, mas enfim, a primeira vitória na Copa

A Seleção Brasileira esteve muito perto de somar mais um resultado frustrante em sua 21ª participação em Copas do Mundo nesta sexta-feira (22). O novo desfecho amargo só não aconteceu graças a Philippe Coutinho, que já nos acréscimos apareceu na área para ficar com a sobra do domínio de Gabriel Jesus e bater à queima-roupa, abrindo o placar para o Brasil. Antes do apito final, aos 51, Neymar completou o passe de Douglas Costa para fazer 2 a 0 e fechar os trabalhos no Estádio Krestovsky.

Novamente a Seleção Brasileira foi alvo de polêmica com o árbitro de vídeo. Aos 32 minutos do segundo tempo, o holandês Bjorn Kuipers assinalou pênalti para o time do técnico Tite. Contudo, ao rever o vídeo do lance à beira do gramado, voltou atrás e cancelou a penalidade, o que levou os jogadores à loucura.

Embora tenha pressionado os costarriquenhos durante os 90 minutos, a Seleção Brasileira mostrou pouco poder criativo e sofreu para infiltrar na defesa adversária. Agora, o time canarinho decide a primeira colocação do Grupo E contra a Sérvia, na próxima quarta-feira, em Moscou. A já eliminada Costa Rica, por sua vez, pega a Suíça, no mesmo dia e horário, em Nizhny Novgorod.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *