sábado, 19 de setembro de 2020

Goiás em busca de um novo técnico

Técnico Ney Franco e o diretor executivo Túlio Lustosa foram demitidos.
Técnico Ney Franco e o diretor executivo Túlio Lustosa foram demitidos. Foto: Divulgação Goías

Na véspera do clássico deste sábado (22) contra o Atlético-GO, o Goiás, com apenas um ponto na tabela de classificação, vai em busca do substituto do técnico Ney Franco, demitido na noite desta quinta-feira (20).

O treinador junto com o auxiliar técnico Rodney Gonçalves e o preparador físico Alexandre Lopes não resistiram nos cargos, após o time goiano perder em casa para o Fortaleza, por 3 a 1. Além deles, sobrou também para o diretor executivo Túlio Lustosa, que foi substituído por Harlei Menezes, ex-goleiro do clube.

Ney foi o segundo treinador a ser demitido no Brasileirão, horas depois de Eduardo Barroca deixar o Coritiba, ainda sem pontuar, na lanterna do campeonato. As mudanças no departamento de futebol foram anunciadas na conta oficial do Esmeraldino no Instagram..

Esta foi a segunda passagem de Ney Franco pelo clube goiano. Ele chegou ao clube no ano passado. Comandou o Goiás por 25 rodadas no Campeonato Brasileiro, encerrando a competição na 10ª colocação. Neste ano, pela Copa Sul-Americana, foi eliminado precocemente pelo paraguaio Sol de América, ainda na primeira fase.

No Campeonato Goiano – ainda suspenso devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19) – está na zona de classificação para as quartas de final. O clube é o terceiro colocado da primeira fase, atrás de Atlético-GO e Jaraguá.

Na Copa do Brasil conquistou resultado positivo contra o Vasco. No jogo de ida,  válido pela terceira fase da competição, venceu a equipe carioca fora de casa, em São Januário, por 1 a 0. O confronto de volta ocorrerá na próxima próxima quarta-feira (26), na Serrinha.

O maior feito de Ney Franco ocorreu na primeira passagem dele pelo clube. Em 2018, sob seu comando, a equipe esmeraldina alcançou o acesso à elite do futebol brasileiro, após terminar a participação na Série B na quarta posição.

Já o brasiliense Túlio Lustosa, que também já foi atleta do clube, estava à frente do cargo de diretor executivo desde 2017. Ele contribuiu com a campanha do título de campeão goiano de 2018.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *