quinta, 04 de março de 2021

Indignado, dirigente do Fla vai à Justiça contra torcedor milionário

Rodrigo Dunshee fará queixa junto ao MP. Foto: Reprodução/Twitter

A briga pelo título do Campeonato Brasileiro vai se estender à última rodada, mas também terá mais um capítulo importante fora dos gramados. Nesta segunda-feira (22), o vice-presidente jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee, declarou que vai à Justiça pelos direitos do clube.

Na última semana, o torcedor colocado Elusmar Maggi virou notícia ao bancar a multa de R$ 1 milhão para que o lateral-direito Rodinei pudesse ser escalado por Abel Braga. Ele é um dos donos do Grupo Bom Futuro, o maior grupo agropecuário do mundo.

Após a derrota do Internacional no Maracanã neste domingo (21), o clube gaúcho precisará da ‘ajuda’ do São Paulo, que recebe o Rubro-Negro na última partida. Foi aí que Elusmar entrou em ação novamente.

“O lance do Rodinei foi uma vergonha. Na quinta, vamos ser campeões. Vou injetar meu dinheiro no São Paulo para a gente ser campeão. Vou estudar com a minha parte jurídica como proceder”, disse o torcedor milionário.

Conhecida no mundo da bola como “mala branca”, a prática consiste em dar incentivos, financeiros ou não, para uma equipe vencer outra em seu benefício.

Ao saber das intenções de Elusmar, que faz parte da sétima família mais rica do país segundo publicação da Forbes, Dunshee publicou em suas redes sociais que vai ao Ministério Público questionar as declarações.

“Manipulação de resultado sob qualquer forma é crime previsto no estatuto do torcedor, ainda mais quando são jogos da loteria federal. Hoje mesmo vamos encaminhar notícia crime ao MP e à polícia. Esse torcedor pode ser rico, mas vê-se que não é preparado”, disparou Rodrigo.

Mostrando revolta e indignação, o dirigente sugeriu até que os cariocas boicotem os produtos da empresa de Elusmar.

“Esse Maggi vinculado ao Inter, com a complacência do clube, disse que, no Rio de Janeiro, sabe que será roubado, referindo-se à empresa Maggi. Além da notícia crime contra ele pela promessa de fraude, nosso povo deveria boicotar todos os produtos da Maggi”, concluiu.  

O Flamengo só depende de si para ser campeão do Brasileirão. Em caso de tropeço contra o São Paulo, no Morumbi, os rubro-negros precisarão que o Internacional não vença o Corinthians, no Beira-Rio. Os jogos acontecem simultaneamente na quinta-feira (25), às 21h30.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *