segunda, 17 de maio de 2021

Jogadores trocam socos após vitória no Campeonato Paulista

Companheiros trocaram agressões após o apito final. Foto: Reprodução

Uma cena inusitada marcou a rodada do Campeonato Paulista neste final de semana. Na noite deste domingo (2), o Guarani venceu o Novorizontino por 2 a 1, no Brinco de Ouro, encerrando longo jejum em casa e quebrando a série invicta do adversário. Mas nada disso foi suficiente para que a equipe fosse em harmonia para o vestiário após o jogo.

O Bugre não vencia em seu estádio desde dezembro de 2020. Além disso, o Novorizontino, que está à frente do Palmeiras na classificação do Grupo C, interrompeu uma sequência de seis jogos de invencibilidade, colocando em risco a sua classificação para a próxima fase. O jogo foi tenso, com os donos da casa abrindo dois gols de vantagem, os visitantes diminuindo a cinco minutos do fim e desperdiçando o pênalti que daria o empate aos 50 do segundo tempo.

Alívio e comemoração? Que nada. O apito final trouxe ânimos acirrados e uma franca troca de socos entre o volante Rodrigo Andrade e o lateral-esquerdo Bidu. Os companheiros ainda correram para separar a confusão, mas o árbitro viu e, por regra, expulsou os dois jogadores. Na súmula, o juiz Thiago Lourenço relatou as agressões – o que pode agravar ainda mais a situação da dupla nos tribunais.

A treta começou segundos antes do apito final. Logo após o pênalti desperdiçado pelo Novorizontino, o jogo seguiu e Bidu cometeu um erro na saída de bola, gerando nova chance de gol para os visitantes. Alguns companheiros, no calor do jogo, cobraram o lateral de forma acintosa. Andrade chegou a trocar empurrões com o colega, mas o time apartou e o jogo seguiu. Logo depois, o jogo foi encerrado e eles partiram para a briga.

O técnico do Guarani, Allan Aal, concedeu entrevista dizendo que já conversou com os jogadores e que a situação seria resolvida internamente.

– Nós vamos resolver internamente, vamos cobrar dos jogadores. A gente sabe que é um tipo de situação que os nervos estão à flor da pele, mas nós somos profissionais e temos que manter o nosso equilíbrio. Mas como a gente falou aqui, a gente vai procurar resolver internamente não só na questão técnica, da comissão técnica, mas também questão diretiva. E a gente já estava conversando com o presidente Ricardo Moisés e com o Michel Alves, superintendente de futebol, para que as coisas não partam para um lado de excesso de vontade gerar desequilíbrio. Então isso a gente vai resolver internamente, e eu tenho certeza que tudo vai se ajeitar.

Bidu e Rodrigo Andrade serão desfalques no clássico contra a Ponte Preta, na penúltima rodada da fase de grupos do Paulistão. Em caso de vitória, o Guarani, que tem 14 pontos ganhos, garante a classificação e elimina o Santos, que está em terceiro lugar, com 10. O Mirassol é o líder da chave com 17 pontos.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');