sábado, 10 de abril de 2021

Los Angeles Atlantic cancela fusão e Canto do Rio entra em desespero

Canto do Rio precisa de novos investidores. Foto: Divulgação

A expectativa durou pouco. Alguns dias depois do anúncio de grandiosa parceria com o Canto do Rio futebol Clube, o Los Angeles Atlantic Soccer desistiu da fusão com o tradicional clube de Niterói.

O Atlantic Bank, responsável por gerenciar o clube americano, alegou problemas com questões jurídicas ligadas a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro e Confederação Brasileira de Futebol.

Com a fusão, a equipe niteroiense viraria um clube-empresa e passaria a se chamar Los Angeles Atlantic Soccer Canto do Rio S/A e receberia, portanto, uma nova roupagem, criando uniformes e escudo novos – unindo as cores de ambas as equipes.

Segundo Nelson Taborda, presidente do Atlantic Soccer, as regras impostas pelas federações acabaram embarreirando o projeto e criando um impasse na negociação.

Os moldes pretendidos pelo Atlantic Bank eram similares à parceria entre Red Bull e Bragantino, aprovada prontamente pela Federação Paulista de Futebol junto à CBF.

Nelson elogiou o Cantusca e lamentou a impossibilidade de seguir com a fusão.

“Chegamos ao Canto do Rio através de amigos em comum e ficamos encantados. Um clube muito bacana. Nossa ideia era encontrar um clube com história e tradição, com alguma projeção no mundo do futebol, para recolocarmos no auge”

Ele explicou alguns dos detalhes que inviabilizaram o acordo definitivo.

“A CBF, através da Ferj, acabou não aceitando a ideia. Não conseguiríamos separar o clube social do esportivo, que é o nosso negócio. Isso dificultaria até mesmo o intercâmbio de atletas. Até as regras tributárias são diferentes. Isso acabou nos impossibilitando de seguir”

Taborda revelou que havia conversas também pelo Caio Martins. O planejamento era buscar um diálogo com Governo do Estado e Prefeitura de Niterói para revitalizar a região ao redor do complexo esportivo.

Por outro lado, as partes não romperam completamente. As diretorias realizarão projetos sociais em Niterói e continuarão estudando possibilidades para viabilizar a fusão.

“Vamos continuar conversando por uma parceria no futuro. Nossos advogados estão trabalhando e buscando brechas nas regras impostas para fazer acontecer. Não fechamos as portas”, garantiu Nelson.

Preocupação no Cantusca

Por parte do Canto do Rio, a decepção pelo impasse anda lado a lado com a necessidade de novas perspectivas para a disputa da Série C do Campeonato Carioca, prevista para começar em maio.

O vice-presidente executivo do clube, Rodnei Melo, comentou sobre a surpresa do clube com a notícia da desistência por parte do LA Atlantic Soccer.

“Foram dez meses de conversas e negociações. Conseguimos aprovar tudo junto ao nosso departamento jurídico e no Conselho Deliberativo. Assinamos a autorização numa proposta enviada pelo banco e concordando com todas as premissas”

O dirigente demonstrou bastante preocupação com a falta de recursos e admitiu que o clube não possui ainda uma nova alternativa.

“O momento é sombrio. Só nos inscrevemos [no Carioca] por conta da parceria com o banco. Agora, sinceramente, não sei como vai ser. No momento não temos um plano B. Hoje, o Canto do Rio não caminha com as próprias pernas. Vamos buscar novas parcerias, novos interessados”

A mudança do nome do clube também pode ter sido um empecilho. Segundo Rodnei, a repercussão foi muito negativa junto aos torcedores e apaixonados por futebol.

“A repercussão negativa com relação ao nome era esperada, mas foi extremamente negativa e até agressiva por parte da nossa população. Não levaram em consideração o momento difícil pelo qual nosso clube passa desde 2014, quando se iniciou o projeto de reconstrução do Canto do Rio. Essa seria uma grande oportunidade de reerguer nosso clube, talvez não da maneira que consideramos ideal, mas seria com certeza uma ótima oportunidade”

Por fim, Melo admitiu que a volta do time profissional e a participação do Cantusca na quinta divisão do estadual está ameaçada.

“Estamos inscritos [no Carioca] e vamos tentar novas parcerias para reerguer nosso clube. É muito importante que a cidade abrace nosso clube num momento tão difícil. As pessoas que criticaram essa fusão talvez tenham boas ideias para o Canto do Rio. Mas, caso não encontremos novos parceiros interessados em investir em nosso projeto, é possível que sejamos obrigados a cancelar nossa inscrição”

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *