domingo, 20 de setembro de 2020

Madureira vence e complica o Botafogo na Taça Guanabara

O Botafogo optou por atuar com uma formação alternativa neste início de Taça Guanabara e nesta terça-feira (21) amargou sua segunda derrota. Os alvinegros perderam por 2 a 0 para o Madureira, em Conselheiro Galvão, e já se complicaram no primeiro turno do Campeonato Carioca.

Com o resultado, o Tricolor Suburbano chegou a seis pontos e assumiu a liderança isolada do grupo B da Taça Guanabara. Pelo grupo A, o Botafogo segue sem pontuar.

O Madureira dominou a maior parte dos 90 minutos e construiu a vitória no início do jogo, com gol de Emerson Carioca. Na etapa final, os donos da casa ampliaram com Ygor Catatau.

Na próxima rodada, o Madureira terá pela frente a Cabofriense, em Cabo Frio, neste sábado. Já no domingo, o Botafogo recebe o Macaé, no Nilton Santos. Para esta partida, os alvinegros deverão ter a estreia dos titulares no Estadual.

O jogo

O Madureira começou melhor a partida e abriu o placar logo aos sete minutos. Após cruzamento, a zaga botafoguense cortou mal e a bola ficou com Emerson Carioca, que mandou para a rede.

O revés fez o Botafogo buscar o ataque. No entanto, os alvinegros pecavam na organização das jogadas e pouco incomodavam o goleiro Douglas.

Na parte final, o confronto ficou equilibrado e o Madureira ainda teve a chance de ampliar, novamente com Emerson Carioca, mas o atacante chutou pela linha de fundo. Mesmo assim, os donos da casa foram para o intervalo a frente no marcador em Conselheiro Galvão.

No segundo tempo, o Madureira novamente começou melhor e desperdiçou duas boas chances nos primeiros minutos. Por duas vezes, Emerson Carioca perdeu a chance de marcar para os donos da casa.

O Tricolor Suburbano seguiu criando boas chances. Edimário aproveitou bate e rebate na área, mas chutou para fora. De tanto insistir, o Madureira chegou ao segundo gol aos 17 minutos. Após cobrança de escanteio, Ygor Catatau subiu sozinho para cabecear para o gol.

O novo revés foi sentido pelo Botafogo, que não tinha força para reagir na partida. O Madureira permaneceu melhor, mas passou a administrar o resultado.

Somente na parte final do jogo, os visitantes equilibraram o confronto, mas pouco produziram no ataque. O Botafogo chegou a mandar uma bola para o gol, que foi anulado pela arbitragem. Na melhor chance alvinegra, Ênio chutou cruzado e obrigou Douglas a boa defesa. O Madureira diminuiu o ritmo e preferiu segurar a vitória até o apito final.

(Gazeta Esportiva)

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *