sábado, 31 de outubro de 2020

Morre Valdir Espinosa, coordenador técnico do Botafogo

Valdir Espinosa teve passagens pelo Botafogo e Grêmio como treinador (Foto: Vitor Silva/ Botafogo)

Morreu na manhã desta quinta-feira o coordenador técnico do Botafogo, Valdir Espinosa, aos 72 anos. O ex-treinador estava internado há uma semana em uma hospital no Rio de Janeiro para tratar uma infecção intestinal e teve complicações pós-operatórias.

Gaúcho, como era conhecido, teve uma carreira vitoriosa como treinador. O ex-lateral-direito conquistou mais de 15 títulos, com destaque para a Libertadores e Mundial de Clubes com o Grêmio em 1983.

Espinosa também é figura marcante no Botafogo. Ele foi o técnico que tirou o jejum de 21 anos do Glorioso, com os títulos da Taça Rio e Carioca em 1989. Nesta temporada, Valdir tinha o cargo gerente de futebol no clube carioca.

Como jogador, Gaúcho teve carreira bem mais modesta. Atuou apenas oito anos, com passagens por CSA, Esportivo e Caxias.

Valdir Espinosa também coleciona passagens internacionais. Clubes como Cerro Porteño, do Paraguai, Al-Hilal, da Arábia Saudita, Tokyo Verdy, do Japão, e Las Vegas City, dos Estados Unidos, foram comandados por ele.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *