sexta, 16 de abril de 2021

Receitas do Botafogo são penhoradas

Clube carioca não teria cumprido acordo judicial. Foto: Vitor Silva/Botafogo

Após ser rebaixado no Brasileirão, o Botafogo continua sofrendo seu calvário. Dessa vez o clube teve as receitas penhoradas devido a uma ação judicial movida por Rodrigo Beckham, que jogou no Alvinegro entre 1999 e 2002. A decisão foi tomada pelo juiz Rossidélio Lopes da Fonte, da 36ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

O ex-meia conseguiu um acordo com o alvinegro carioca em 2018. As partes definiram que o ex-jogador receberia R$ 6 milhões em 60 parcelas. Mas em 2019 o clube deixou de pagar o que havia sido acordado.

Confira um trecho da decisão do juiz:

”No presente caso não se nega que tenha havido contrato formal entre as partes, então tal circunstância não deixa de ser líquida e, portanto passível de ser executada”

Segundo a advogada do ex-jogador, Fátima Cristina Gomes Menezes, a dívida atual foi recalculada, mas ainda está em mais de R$ 5 milhões.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');