sábado, 10 de abril de 2021

‘Resposta Histórica’ do Vasco completa 97 anos

Estádio de São Januário com decoração temática de 1924, ano do ato histórico. Foto: Reprodução/Vasco

O movimento conhecido como ”Resposta Histórica” completou 97 anos nesta quarta-feira (7). Na ocasião, o Vasco da Gama se negou a excluir os jogadores negros de seu elenco e foi barrado do Campeonato Carioca de 1924, mesmo sendo o campeão do ano anterior.

Em 1923, seu ano de estreia na Liga Metropolitana de Football, o Cruzmaltino alcançou o título da competição. Entretanto, desagradou a federação e os clubes mais influentes da época, já que a maioria dos jogadores utilizados pelo Vasco eram negros e suburbanos – algo malvisto à época.

Elenco do Vasco de 1923. Foto: Divulgação

Depois do acontecimento, Flamengo, Fluminense, Botafogo e demais clubes organizaram a Associação Metropolitana de Esportes Atléticos (AMEA) e convidaram o time de origem portuguesa a participar. Havia, entretanto, uma condição para sua entrada na competição: o clube precisaria dispensar os 12 atletas de negros de seu elenco.

Em 7 de abril de 1924, José Augusto Prestes, então presidente do Vasco, se negou a realizar as demissões, concretizando o posicionamento que ficou conhecido como ”Resposta Histórica”.

Confira o documento:

Documento da ”Resposta Histórica”. Foto: Divulgação

Durante todo o dia, o Vasco e seus torcedores vêm exaltando a data nas redes sociais.

O Cruz-Maltino entra em campo nesta quarta-feira (7), às 21h30, contra a Tombense, no Almeidão, em Tombos-MG, em jogo único, válido pela segunda fase da Copa do Brasil. Quem vencer avança na competição. Em caso de empate, a vaga será decidida nos pênaltis.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *