segunda, 26 de outubro de 2020

Rio terá campanha permanente contra assédio em estádios

Foto: Arquivo

Estádios de futebol deverão ter campanha permanente contra o assédio e a violência sexual. É o que determina a Lei 8.743, da deputada Dani Monteiro (PSol), que foi sancionada pelo governador Wilson Witzel e publicada pelo Diário Oficial do Executivo, nesta quinta-feira (5).

De acordo com a norma, a campanha permitirá que as mulheres assediadas nos estádios tenham acesso às câmeras de segurança para identificar o momento da agressão, efetivando a denúncia nos órgãos públicos. Também deverão ser divulgados, durante os eventos esportivos, informações sobre o assédio e a violência sexual, como políticas públicas praticadas pelo Estado e os telefones de órgãos de acolhimento às vítimas. Essa divulgação deverá ser feita através de cartazes ou durante os intervalos das partidas nos autofalantes, telões ou qualquer outro meio de informação e comunicação.

“Podemos verificar que a maior parte do público feminino nos estádios é de mulheres jovens. Dessa forma, a lei possibilita que esses equipamentos sejam mais do que espaços de diversão e lazer. Haverá conscientização e suporte contra o assédio e a violência que atinge a mulher”, justificou a autora.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *