segunda, 17 de maio de 2021

Rússia liberta motorista de jogador brasileiro após mais de dois anos preso

Robson foi libertado após mais de dois anos preso na Rússia. Foto: Reprodução

Chegou ao fim o sofrimento de Robson Oliveira. O motorista do jogador brasileiro Fernando, do Beijing Guoan, detido ao embarcar na Rússia com medicamentos proibidos em março de 2019, foi libertado pelo governo russo e deve chegar ao Brasil na próxima quinta-feira (6). A informação foi confirmada pelo seu advogado, Pavel Gerasimov, à reportagem do ‘Globo Esporte’.

À época do acontecido, Robson foi preso por tentativa de tráfico internacional de drogas e contrabando. Em dezembro de 2020, ele foi condenado a três anos de prisão. A pedido do meia Fernando, que atuava pelo Spartak de Moscou, o motorista viajou à Rússia com várias caixas do medicamento Mytedon – que é legalizado no Brasil, mas proibido no país europeu.

O caso ganhou grande repercussão no mundo da bola, amplificado por diversas reportagens em programas esportivos e apoiado por várias celebridades – incluindo o atacante Richarlison, do Everton, da Inglaterra -, e chegou ao conhecimento do presidente da república, Jair Bolsonaro. Em contato com o governo russo, ele tentou uma aproximação com Vladmir Putin, visando uma negociação diplomática.

O caso foi analisado por uma comissão regional administrativa, composta por membros políticos e representantes da sociedade civil. Em seguida, foi encaminhado ao prefeito de Moscou, Sergey Sobyanin. O perdão foi concedido em ambas as etapas. Em seguida, cerca de um mês depois, o presidente da Rússia assinou o perdão de Robson, liberando sua volta ao Brasil.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');