quinta, 29 de outubro de 2020

Sindicato diz que retorno de futebol no Rio é precoce

Foto: Fernando Torres/CBF

Em nota oficial publicada nesta segunda-feira (11), o Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Saferj) posicionou-se em relação ao retorno do futebol. O documento é uma espécie de resposta ao documento lançado pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, assinado por 12 clubes, menos Botafogo e Fluminense, na última sexta (8).

A nota emitida pela entidade presidida por Alfredo Sampaio diz entender as dificuldades enfrentadas no cenário econômico mundial pelos clubes, mas se coloca em favor da segurança e pela vida: “Avalia [o sindictato] como mais seguro a continuidade por, pelo menos mais dez dias, o período de isolamento social, sem treinos e sem jogos, levando-se em conta os números crescentes dos casos de covid-19 e os óbitos no estado do Rio, além das orientações de órgão de saúde municipal, estadual e federal”.

Confira abaixo a íntegra da nota:

“Em virtude da manifestação oficial de 12 clubes do futebol carioca, por meio de nota da Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj), publicada nesta sexta-feira dia 8 de maio, o Saferj (Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) esclarece que: entende as dificuldades enfrentadas no cenário econômico mundial, que também afetaram em cheio o futebol, não diferente de outros setores. Todavia se coloca em favor da segurança e pela vida. Avalia como mais seguro a continuidade por, pelo menos mais dez dias, o período de isolamento social, sem treinos e sem jogos, levando-se em conta os números crescentes dos casos de covid-19 e os óbitos no estado do Rio, além das orientações de órgãos de saúde municipal, estadual e federal. Desta forma, por maior que seja o aparato e existam medidas de segurança, o risco de disseminação é comprovadamente menor, segundo as autoridades sanitárias. A nota da Ferj foi publicada no mesmo dia em que tomamos conhecimento que o Estado do Rio superou o de São Paulo em número de mortos; e logo após a divulgação dos resultados de exames que revelaram alto número de funcionários de clubes do Rio contaminados com a covid-19. O Sindicato vai aguardar o posicionamento do governo municipal e estadual, e também vai escutar, por meio dos capitães dos clubes, a opinião dos atletas. Com este comunicado reforçamos nossa conduta, que vem sendo mantida desde o início da pandemia, de apenas tomar decisões baseadas nos órgãos de saúde competentes”.

(Agência Brasil)

Publicada às 21h18

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *