sexta, 05 de março de 2021

TRT nega bloqueio para indenizar vítimas do Ninho do Urubu

Justiça negou pedido de bloqueio. Foto: Reprodução

Novo capítulo na disputa judicial entre o Flamengo e as famílias das vítimas do incêndio do Ninho do Urubu, em 2019. Nesta terça-feira (9), o Tribunal Regional do Trabalho negou um recurso que pedia o bloqueio das contas do Flamengo para indenização.

O pedido, feito pelo Ministério Público do Trabalho, solicitava a trava imediata de uma quantia de R$ 100 milhões dos cofres do Rubro-Negro, direcionando a verba apenas para eventuais pagamentos aos familiares dos 10 atletas das categorias de base mortos pela tragédia.

O incêndio completou dois anos nesta segunda-feira (8). A 9ª Turma do TRT da 1ª Região foi responsável pela negativa. A ação foi protocolada e julgada paralelamente ao caso em que 11 pessoas se tornaram réus pelo incêndio, inclusive o ex-presidente do Flamengo, Bandeira de Mello.

O clube declarou que está à disposição da Justiça e prefere não se manifestar sobre os processos em andamento.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *