sábado, 15 de maio de 2021

Vasco se garante na Taça Rio

O Cruzmaltino agora aguarda o complemento da rodada para conhecer o seu adversário nas semifinais da Taça Rio. Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Jogando em São Januário, o Vasco venceu o Resende na tarde deste sábado (24) por 3 a 1, pela última rodada da fase classificatória do Campeonato Carioca. Bruno Gomes abriu o placar e Paulo Victor empatou ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, Germán Cano fez os gols que definiram o placar.

Com a vitória, o Vasco garante pelo menos a sexta posição e, portanto, uma vaga na Taça Rio. O Resende, contudo, estacionou na nona colocação e ficou de fora da próxima fase.

O Cruzmaltino agora aguarda o complemento da rodada para conhecer o seu adversário nas semifinais da Taça Rio.

O Jogo

O Vasco começou em ritmo lento e errando muitos passes e isso facilitou as coisas para o Resende, que entrou em campo com uma postura reativa. Embora com dificuldades para armar as jogadas ofensivas, o Cruzmaltino quase abriu o placar aos 6 minutos.

Andrey recebeu livre na intermediária pelo meio e arriscou de longe. O chute não foi muito forte, mas a bola saiu quicando e acertou a trave esquerda de Jefferson.

Após uma bronca de Marcelo Cabo na parada técnica, o Vasco voltou mais aceso e abriu o placar aos 26. O lateral-direito Flávio recuperou uma bola próximo a linha de fundo mas deu um presente para Bruno Gomes, na entrada da área. Com a assistência do jogador do Resende, o volante vascaíno soltou a bomba e mandou para o fundo da rede.

O Cruzmaltino subiu de produção e teve chances de ampliar, mas o Resende era perigoso nos contra-ataques e chegou ao empate numa bola parada. Mais uma vez a equipe de Marcelo Cabo falhou no jogo aéreo. Escanteio da esquerda, bola desviada no primeiro pau e sobra do outro lado para Paulo Victor, que toca para o gol, aos 42.

O gol deu maior motivação ao Vasco, que voltou a todo vapor para a segunda etapa. Aos nove, Morato avançou pela direita e tocou mais à frente para Andrey. O volante então progrediu e cruzou na diagonal e achou Cano no segundo pau. O artilheiro só teve o trabalho de escorar para o gol vazio.

Aos 35, em jogada parecida, Cano deu números finais ao jogo. Andrey tocou para Léo Jabá na direita da área e o camisa sete cruzou rasteiro do outro lado. O argentino mais uma vez mandou para a rede.

Gazeta Esportiva

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');