Vasco vence, afunda o Cruzeiro e garante Sul-Americana

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O Vasco fez o dever de casa e venceu por 1 a 0 Cruzeiro, nesta segunda-feira (2), em São Januário. Com o resultado, os cruzmaltinos chegaram a 47 pontos, acabaram com o risco de degola no Campeonato Brasileiro e se consolidou na zona de classificação para a Sul-Americana. Já os mineiros, com 36, seguem entre os últimos e podem ser rebaixados na próxima rodada.

Os cariocas começaram melhor o primeiro tempo e marcou logo aos nove minutos, com Guarín. O Cruzeiro só ameaçou na etapa final, mas pecou nas finalizações.

Na próxima rodada, o Vasco terá pela frente o Bahia, na quinta-feira, em Salvador. Já o Cruzeiro vai encarar o Grêmio, em Porto Alegre, no mesmo dia.

O jogo

A partida começou em ritmo acelerado, mas com as duas equipes nervosas. O Cruzeiro tentou pressionar a saída de bola, mas viu o Vasco abrir o placar aos nove minutos. Em avanço rápido, Andrey tocou para Guarín na entrada da área e o colombiano chutou cruzado, sem chance para Fábio.

O revés foi sentido pelo Cruzeiro, que viu o Vasco dominar o jogo. Os cruzmaltinos ficaram perto de ampliar aos 25 minutos, quando Marrony caiu na área e o árbitro marcou pênalti. No entanto, após ser chamado pelo VAR, a penalidade foi revertida.

O alívio pela não marcação do pênalti fez com que o Cruzeiro se acalmasse e conseguisse equilibrar o confronto. Tanto que os mineiros chegaram com perigo pela primeira vez aos 34 minutos. Ederson chutou de fora da área, mas Joel não chegou a a tempo de mandar para a rede.

Depois disso, o confronto voltou a ficar equilibrado, com muita marcação de ambos os lados. O Vasco ainda melhorou nos minutos finais, mas não incomodou Fábio e saiu de campo para o intervalo com a vantagem mínima em São Januário.

No segundo tempo, o Cruzeiro voltou melhor, tinha mais posse de bola, mas só chegou com perigo aos 14 minutos. Fred aproveitou cruzamento e cabeceou em direção ao gol. Fernando Miguel tentou a defesa, mas viu a bola escapar. Para sua sorte, ela foi sobre o travessão.

Enquanto o Vasco buscava timidamente o ataque, o Cruzeiro era mais objetivo e quase empatou aos 20 minutos. Egídio cobrou falta próximo ao gol cruzmaltino.

Com o passar do tempo, o jogo ganhou em emoção. O Vasco aproveitava os espaços para avançar, mas pecava nos passes na frente. Já o Cruzeiro pressionava, principalmente em jogada pelos lados, só que via a zaga cruzmaltina impedir as finalizações.

Nos minutos finais, o Cruzeiro teve a chance do empate aos 40 minutos. Fred aproveitou cruzamento, deu o passe para Ezequiel, mas o atacante chutou mal, pela linha de fundo para desespero dos mineiros. O Vasco tratou de recuar depois do susto e segurou o resultado para sair de campo com os três pontos.

(Gazeta Esportiva)

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *