segunda, 23 de novembro de 2020

Zagueiro acusado de racismo por Neymar não é punido

Álvaro González não será punido. Foto: Instagram/Arquivo Pessoal

A comissão disciplinar da Liga de Futebol Profissional da França (LFP) anunciou nesta quarta (30) que não punirá o zagueiro espanhol Álvaro González, que foi acusado, pelo atacante brasileiro Neymar, de realizar atos racistas no jogo entre PSG e Olympique de Marselha disputado no dia 13 de setembro.

“Depois de examinar o processo, ouvir os jogadores e os representantes dos clubes, a Comissão constata que não dispõe de elementos de prova convincentes suficientes que lhe permitam estabelecer a materialidade dos fatos das observações discriminatórias do jogador Álvaro González contra Neymar Júnior durante a partida, nem de Neymar Júnior contra Álvaro González”, diz a nota.

Punições por briga

Apesar de a acusação de racismo não ter levado a qualquer tipo de sanção, anteriormente Neymar foi punido com dois jogos de suspensão pela expulsão no jogo da segunda rodada do Campeonato Francês. O brasileiro recebeu o cartão vermelho após o árbitro de vídeo (VAR) identificar um tapa do jogador no zagueiro espanhol Álvaro González durante confusão que marcou os minutos finais do clássico.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *