Acusado de latrocínio é preso em Tanguá

A Polícia Civil disse que o criminoso, de 23 anos, confessou o assassinato e ainda detalhou a forma que efetuou a ação criminosa no momento da captura. Foto: Reprodução

Foi preso em Tanguá, neste sábado (27), o principal acusado de ter tirado a vida da própria vizinha, há meses, em um crime de latrocínio – ou seja, quando ocorre roubo seguido de morte.

A Polícia Civil disse que o criminoso, de 23 anos, confessou o assassinato e ainda detalhou a forma que efetuou a ação criminosa no momento da captura. Ele foi identificado após três meses de investigações.

A vítima, de 55 anos, foi morta em casa e teve seus pertences roubados pelo autor, que havia se tornado seu vizinho três meses antes de cometer o crime.

“Com a frieza de quem contava com o insucesso das investigações, já que teve o cuidado de tentar mascarar qualquer evidência que o ligasse à cena do crime, o autor chegou a prestar declarações em sede policial na fase inicial da apuração, na condição de testemunha”, afirmou a Polícia Civil.

Em posse do Mandado de Prisão expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Itaboraí após Representação da Autoridade Policial, os agentes fizeram diligências no endereço do acusado.

Após a captura, o autor, que já possuía diversos antecedentes criminais por crimes de furto à residência, foi conduzido à 70ª DP, onde confessou a autoria do crime, e também detalhou todo o “modus operandi” da ação criminosa.

Publicada às 16h10

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *