segunda, 17 de maio de 2021

Advogado é detido por PM em São Gonçalo e família acusa abuso de autoridade

Briga acabou na delegacia e um dos detidos ainda precisou ser levado para o Pronto Socorro. Foto: Lucas Benevides

Um advogado de 23 anos precisou de atendimento médico na Delegacia de Neves (73ª DP) e acabou levado para o Pronto Socorro de São Gonçalo, no bairro Zé Garoto. Isso após ter sido conduzido à distrital por policiais militares do 7º Batalhão. De acordo com familiares, o caso começou depois que a Polícia Militar foi acionada para uma discussão entre dois irmãos, na tarde desta segunda-feira (19), no bairro Coelho.

“Meus filhos brigaram e chamamos a polícia. O meu outro filho, que é advogado, foi falar com a policial e se apresentou para ela, inclusive mostrando a identificação da OAB. Mas ela o distratou e proferiu palavras de baixo escalão contra ele. Meu filho exigiu que fosse tratado de maneira ética, profissional e ela o prendeu por desacato”

Mãe do advogado detido

Ainda segunda a mãe do rapaz, que preferiu ter a identidade preservada, acusou a policial de abusar do poder de autoridade.

“Não estava certa a condução para a delegacia. Ele chegou na delegacia e teve uma crise seguida de convulsão. Meu filho não fez nada de errado e ainda teve que passar por uma situação dessas”

Corregedoria, Agredida, PM, Polícia Militar, 7º BPM, soco, lesão
Mulher acusa a policial militar de agressão na Praça do Barro Vermelho, em São Gonçalo. Foto: Arquivo / Pedro Conforte

A policial militar citada na delegacia também foi alvo de outra acusação. Em fevereiro deste ano uma mulher alegou ter sido agredida pela PM durante uma confusão na segunda-feira de carnaval na Praça do Barro Vermelho em São Gonçalo.

Procurada, a Corregedoria da Polícia Militar informou que a Corporação não compactua com desvios de conduta por parte de seus membros, punindo com rigor os envolvidos quando constatados os fatos. Reforçaram também que a Corregedoria segue sempre à disposição dos cidadãos para a formalização de denúncias através do telefone (21) 2725-9098 e do e-mail [email protected] O anonimato é garantido.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');