sábado, 15 de maio de 2021

Boato do casal sequestrador de crianças assombra pais e responsáveis em Niterói

Relatos nas redes sociais e aplicativo de mensagens denunciam diferentes sequestros de crianças em Niterói. Foto: Divulgação

Relatos sobre crianças sendo sequestradas em Niterói vêm tomando as redes sociais desde a tarde do último sábado (24). São áudios e imagens de supostos sequestros em diferentes bairros da cidade, provocando medo entre pais e responsáveis. No entanto, as forças de seguranças negam qualquer ocorrência relacionada.

De acordo com os áudios e textos divulgados em grupos pelo aplicativo de mensagens WhatsApp e pela rede social Facebook, um casal seria o responsável por sequestrar crianças nos bairros de Charitas, Badu, Fonseca, usando um carro, modelo Siena prata.

Em um dos áudios, a voz de mulher narra detalhes do ataque:

Em outra mensagem, um homem alerta moradores da Travessa Alzira Vargas, no Fonseca:

‘Tô colocando a foto desse Siena prata aí, para quem tem filho pequeno ficar ligado, esse Siena já teve na Alzira Vargas na segunda e hoje pegou duas crianças aqui na São Pedro”

O comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar de Niterói, coronel Sylvio Guerra, informou que o batalhão não recebeu nenhuma denúncia ou chamado para sequestro.

Nas delegacias da cidade também não constam registros relacionados a ocorrências de sequestros envolvendo crianças no município nos últimos dias.

Essa não é primeira vez que boatos relacionados ao sequestro de crianças viraliza em aplicativos de mensagens ou pelas redes sociais. O boato da ‘uno prata‘ roubada em 2014 viralizou nas redes com a informação de um bebê que teria sido levado no carro no momento do roubo. Anos depois e os relatos ainda assombram os leitores desavisados.

Desaparecimento

Em caso de desaparecimento de crianças ou adolescentes, a Fundação para a Infância e Adolescencia (Fia) informa que o responsável deve procurar uma delegacia e fazer o registro de ocorrência imediatamente conforme garante a Lei Federal 11259/2005.

Além disso, o Programa SOS Crianças Desaparecidas também pode ser consultado, munido do registro de ocorrência, Certidão de Nascimento ou carteira de identidade da criança ou adolescente desaparecido, com a foto mais recente, documento de identificação do responsável e comprovante de residência.

O notificante será atendido por um membro da equipe técnica composta por assistentes sociais e psicólogos que através de um atendimento psicossocial preencherá um questionário social onde serão registradas as informações referentes à criança e seu desaparecimento e o notificante assinará uma autorização para que sua foto seja divulgada pelo SOS.

Com base nos dados fornecidos o programa produz cartazes com foto do desaparecido, que são entregues ao notificante para distribuição nas imediações de sua comunidade.

O SOS Crianças Desaparecidas possui uma Central telefônica para receber informações da população sobre o possível paradeiro de alguma criança ou adolescente desaparecidos através (21)2286-8337.

O Programa SOS Crianças Desaparecidas fica localizado na Rua Voluntários da Pátria, n°120, Botafogo. Telefones (21) 2286-8337 / 2334-8000 / 2334-8008.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');