quarta, 21 de outubro de 2020

Carnaval: PM lembra que festa tem hora para acabar na Engenhoca

Conflito entre foliões e policiais militares aconteceu por volta de 4h30 da madrugada de terça (25). Vídeo: via Grupo Plantão Enfoco

Uma confusão envolvendo foliões e policiais militares marcou o final do bem-sucedido bloco ‘Carnaval Engenhoca 2020’, na Zona Norte de Niterói, durante a madrugada desta terça-feira (25). Segundo relatos nas redes sociais, o caso aconteceu em uma rua conhecida como Largo São Jorge, por volta de 4h30.

De acordo com alguns moradores, não havia briga no local até a ação policial e o som já havia sido desligado. Mesmo assim, conforme as denúncias, a Polícia Militar (PM) teria feito uso de bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo para dispersar o público.

O comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (Niterói), Sylvio Guerra, afirma que os foliões envolvidos na confusão estavam com “um nível de álcool muito alto”, por volta de 4h30 da manhã. “Sem familiares no local. [Eles] resolveram criar problemas e foram contidos pela Polícia com os meios necessários”, explicou.

O morador Luiz Crosser lamentou a situação e afirmou que quase 10 viaturas foram ao local minutos antes da confusão para ordenar que as pessoas fossem para casa, sendo que a medida o desagradou.

“A organização do carnaval no bairro tem estipulado hora para começar e acabar, perfeito. Mas não pode a Polícia obrigar as pessoas a saírem da rua. O povo pode sim ficar na rua. Não tinha confusão ou briga e a Polícia querendo expulsar as pessoas a irem para suas casas, jogando bombas e gás”, disse.

Essa versão, no entanto, foi contestada por outras pessoas que estavam no local, como foi o caso da moradora Beatriz Azevedo. “Eu estava lá até as 3h. Vi a Polícia pedindo educadamente para desligarem a caixa de som e pessoas debocharam e ligaram novamente quando viraram de costas”, contou.

Segundo ela, ainda existiam grupos usando drogas e urinando na rua, mesmo com banheiros químicos por perto.

“Infelizmente pessoas de bem que querem ficar numa boa, pagam por conta de maus educados. Não é questão de toque de recolher, é questão de manter a ordem no local. Temos moradores perto querendo descansar”, explica.

A moradora Karim Balzarini disse que andou em paz pelas ruas durante todos os dias de carnaval no bairro. “Acho lamentável as críticas martelando a Polícia. Sou moradora do bairro, tenho um filho de 3 anos e oito meses e nunca andei tão em paz em um carnaval como nesse. Não podemos ser cegos, sabemos que todos os carnavais de bairros têm horários para início e término”, conta.

“Existem relatos dos próprios barraqueiros [trabalhadores] que a Polícia primeiro passou e pediu que as pessoas dispersassem de forma ordeira, mas não foi feito e ainda com baderna e bagunça permaneciam no local e aos deboches ligaram caixas de som, então, parabéns a Polícia, infelizmente bagunça se coíbe assim”, assegurou o morador Paulo Mello.

O morador Fernando Gonçalves foi outro que disse, através de uma rede social, que as pessoas envolvidas na confusão não pensaram se na via do evento de carnaval havia crianças e idosos.

“Ninguém vem pra elogiar o que está bom, como barraca 0800, ponto de luz 0800, segurança 0800. Show diferenciados como nunca teve no bairro com ornamentação padronizada e com organização”, desabafou.

Leandro José Marques Alcântara, presidente da Associação de Moradores Dionísio Mendes e Adjacências, junto à organização do evento, divulgou uma nota de esclarecimento aos moradores na noite desta terça-feira (25). A confusão foi considerada por ele como um fato isolado.

No comunicado ele diz que o carnaval do bairro sempre foi planejado de forma minuciosa para o bem estar dos foliões e trabalhadores de um modo geral, prezando pela alegria e paz. E deixa claro que a concessão para a realização do evento é até as 2 horas da manhã.

Leia a nota na íntegra

Nosso carnaval sempre foi planejado minuciosamente e com muito carinho para o bem estar dos foliões e trabalhadores de um modo geral, prezando pela alegria e paz.

O policiamento sempre foi acionado para manter a paz e a sensação de segurança, o que é perceptível para a população. Cabendo lembrar que a concessão para a realização do evento é até às 2 horas da manhã.

No entanto, atendendo as solicitações de moradores incomodados pela baderna, som alto e consumo de ilícitos, às 4h30 da manhã a polícia agiu, o que de acordo com alguns foliões, se deu de forma exagerada.

Vamos nos esforçar para que acontecimentos como da madrugada passada não se repitam.

E vamos aproveitar o último dia dessa maravilhosa festa com muito carinho, amor, preocupação e dedicação! Para acessar o brilhantismo do evento, basta conferir tudo no Instagram oficial do Carnaval da Engenhoca @carnavalengenhoca

Leandro José Marques Alcântara, presidente da Associação de Moradores Dionísio Mendes e Adjacências

Festa

A programação do evento começou no último sábado (22) e encerrou oficialmente na noite desta terça (25). Durante os quatro dias de festa, diversas atrações musicais subiram ao palco do ‘Carnaval Engenhoca 2020’, entre elas a G.R.E.S. Viradouro, Banda Pop & Cia, Banda Bicho Solto, Grupo Sambaí e muito mais.

“O carnaval foi lindo, com excelentes atrações e excelente estrutura”, opinou a moradora Cinthia Souza.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

1 thought on “Carnaval: PM lembra que festa tem hora para acabar na Engenhoca

  1. É preciso mostrar a verdade doa a quem doer e parar de ficar maquiando as informações verdadeiras, tudo isso pra fazer plataforma de campanha que na verdade virou uma barco furado, que no momento certo vai ser retirado do meio desse povo que não aguenta mais tanta arbitrariedade, falta de respeito, opressão contra a opinião pública, ameaças, tráfico de influências que usam o poder das secretarias em geral para se posicionarem politicamente, só não vê quem não entendi…!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *