Chefe de quadrilha que clonava Riocard é preso

Operação, Polícia Civil, Ação, Polícia, policiais
A Polícia Civil encontrou o homem em uma residência em Nova Iguaçu. Foto: Pedro Conforte

Apontado pela Polícia como chefe de uma organização criminosa que atua na clonagem de cartões de Riocard e Bilhete Único, foi preso nesta quinta-feira (30) por agentes da Delegacia de Copacabana (12ª DP). A prisão aconteceu no município de Nova Iguaçu e se deu em continuidade à Operação Herácles.

De acordo com a Polícia Civil, durante a ação, também foram apreendidos dezenas de cartões clonados do tipo Bilhete Único, prontos para distribuição e uso fraudulento. Os agentes encontraram ainda um notebook usado na implementação das fraudes e um caderno com anotações manuscritas de códigos de cartões a serem clonados.

Material foi apreendido durante prisão. Foto: Divulgação/Polícia Civil

A operação Herácles foi deflagrada em janeiro deste ano, ocasião em que foram cumpridos onze mandados de prisão temporária e nove mandados de busca e apreensão.

A quadrilha

Segundo a Polícia Civil, a quadrilha é especializada na fraude aos cartões Riocard e Bilhete Único, causando prejuízos à Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor).

Os criminosos atuavam de duas formas: ora quebrando a chave de segurança dos cartões, por meio de aplicativos de celular e outros softwares, para posteriormente replicarem os créditos e venderem as passagens, de forma avulsa, por valor abaixo da tarifa tabelada; ora fazendo o chamado bola-bola, que consiste na venda avulsa das passagens da integração, dentro do período da gratuidade.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *