domingo, 29 de novembro de 2020

Confusão em mercado de Niterói termina na delegacia

A vítima esteve na manhã desta quinta-feira (15), na unidade para registrar o ocorrido no livro do Procon-RJ. Foto: Marcelo Tavares

O gerente e o supervisor de um supermercado foram presos na tarde desta quarta-feira (14), após se negarem a trocar produtos vencidos comprados por uma cliente no estabelecimento localizado em Piratininga, na Região Oceânica de Niterói. Houve confusão e os ânimos só foram acalmados com a chegada da Polícia Militar. 

Segundo a comerciante Marcelle Cristina Pinto Ferreira, de 43 anos, ela foi até o estabelecimento para realizar a compra do mês, e quando passava os produtos em um dos caixas verificou que a maioria estava fora da validade. Ela exigiu que os produtos fossem trocados e foi quando começou a confusão.

“Eu pedi para o gerente que estava de plantão trocar, ele me deixou escolher outras mercadorias enquanto ele ia fazer uma ligação. Quando eu havia acabado de escolher os produtos ele pediu para eu esperar um minuto e em seguida chegou outro gerente que falou que eu estava certa, mas que precisava checar com uma pessoa superior a ele. Eu tive que esperar uma hora”, disse. 

A comerciante relatou que pensava que tudo seria resolvido, mas após a espera acabou sendo surpreendida por um homem que se apresentou como supervisor do estabelecimento e perguntou: “Você não veio aqui fazer compra não, só veio catar coisas vencidas? Você é uma fraudadora saf**”. 

“Ele começou a gritar comigo e todos os clientes ficaram me olhando. Eu comecei a filmar e ele deu um tapa no meu telefone. Eu falei que depois disso eu não queria mais trocar nada e que eu ia chamar a polícia”, relatou a vítima.

Foto: Marcelo Tavares

Ainda segundo Marcelle, os seguranças do estabelecimento retiraram as mercadorias dela à força. 

“Foram mais de dez seguranças, que tomaram o carrinho com as compras! Não deu para eu segurar, porque eram muitos”, contou. 

A Polícia Militar foi até o local e levou o supervisor e um dos gerentes para a Delegacia do Centro (76ª DP). Segundo a Polícia Civil, eles foram presos em flagrante pelo crime contra a economia. 

Procurada, a assessoria de imprensa do estabelecimento não havia respondido até a publicação desta reportagem. 

Somente na manhã desta quinta-feira (15), Marcelle conseguiu registrar o ocorrido no livro do Procon-RJ disponível no mercado. 

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

13 thoughts on “Confusão em mercado de Niterói termina na delegacia

  1. Por uma questão de saúde pública precisamos saber de qual mercado se trata. Assm parece que vocês estão tentando proteger e passar pano pra quem vende alimentos fora da validade. Completem a matéria por favor.

  2. Fato simples de resolver se o gerente seguisse ao pé da letra os dizeres cliente sempre tem razão.. sobre filmar qual é o problema..qndo a pessoa reage a esse tipo.de contestação e pq deve..kkkk

  3. Qual supermercado?
    Tem que dar o nome para, ou eles tomam vergonha na cara, ou fechem as portas de uma vez. Isso é crime.

  4. Por que aparece o nome da vitima? O nome do mercado e dos safados que trabalham lá não aparece?

  5. Qual o nome desse mercado? Pra eu nunca mais pisar dentro desse estabelecimento! O consumidor tem o direito de saber qual mercado!

  6. Quê sujeito folgado e desonesto esse gerente . ” Dizer que a senhora veio aqui comprar produtos vencidos” . Esse cara é um safado . Desonesto !!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *