Policiais receberão orientação de prevenção no pátio do batalhão. Foto: Divulgação
Policiais receberão orientação de prevenção no pátio do batalhão. Foto: Divulgação

Voluntários da Cruz Vermelha Brasileira visitaram o 12º Batalhão de Polícia Militar de Niterói, na tarde desta quarta-feira (25), no centro da cidade, para orientar 53 policiais em fase de estágio na adoção de medidas de prevenção contra o novo coronavírus (Covid-19) durante às abordagens realizadas.

Nesta fase de pandemia, comboios militares estão concentrados em portas de supermercados, casas lotéricas e farmácias. Locais onde ainda funcionam serviços considerados essenciais.

Os militares também atuam em pontos de bloqueio, como nas saídas para a Ponte Rio-Niterói e estação das barcas, na Praça Arariboia.

“Não estamos tendo problemas com tentativa de furar bloqueio, nada disso. Está tudo muito tranquilo nesses últimos dias”, aponta Sylvio Guerra, comandante do 12º BPM.

Guerra também falou sobre a importância da palestra ministrada pela equipe da Cruz Vermelha.

“É muito importante eles passarem dicas aos nossos policiais que estão na linha de frente com a sociedade, nas barreiras montadas. Eles precisam saber como proceder em relação aos cuidados de higienização. Essa é a ideia. Eles colocarem isso em prática nas ruas e dentro de casa”, conclui.

A equipe de saúde da organização internacional foi convidada pelo próprio comandante.

Reconhecida pelo governo brasileiro como sociedade de socorro voluntário, auxiliar dos poderes públicos e dos serviços militares de saúde, a entidade ministrou instruções básicas de preservação contra germes e adequada utilização de equipamentos de proteção individual.

Atualmente, o grupo de trabalho da Cruz Vermelha monitora o avanço do novo coronavírus junto aos órgãos nacionais e internacionais.

COVID-19

Em Niterói, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) divulgou nesta terça (24), que a cidade apresenta 376 casos suspeitos e 21 doentes confirmados por infecção pelo novo coronavírus. Destes, quatro estão hospitalizados, três em UTIs e dois já se recuperaram da doença. Todos são considerados importados. Até o momento, o município registrou uma morte. Os pacientes estão sendo acompanhados e monitorados pela FMS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com