sábado, 15 de maio de 2021

De Vegas ao Iraque: tráfico marca bailes no Jardim Catarina

O “Pistão de Las Vegas” ficou conhecido durante a quarentena imposta pelo coronavírus. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um dos bailes funk com maior apelo do público em São Gonçalo estará de volta na próxima sexta-feira (23). O conhecido Pistão de Las Vegas, realizado no Jardim Catarina, ficou bastante famoso durante a quarentena imposta pelo coronavírus e ganhou notoriedade pelas enormes aglomerações ao som de proibidões, que desafiavam a polícia e traficantes de outras facções criminosas do Rio de Janeiro. O evento irregular é um dos bailes funk agendados para esse próximo fim de semana no bairro.

Em um comunicado que circula nas redes sociais, a programação do retorno do “bailão” é divulgada com a presença de DJs da comunidade. O evento intitulado “Pistão de Vegas: o Retorno”, que será realizado na localidade conhecida como Jardim Catarina Novo, já ganhou as redes sociais e alguns comentários de ansiedade para o baile já podem ser vistos.

“O Pistão tá de volta. Explana para as amiguinhas (sic)”.

Comunicado nas redes sociais

Já no sábado (24), em outro ponto do bairro, será realizado o “Baile do Iraque”. O evento, que começará a partir de 22h, contará com a participação de grupos de pagode e DJs da comunidade.

Um aviso com o endereço e a programação do evento foi compartilhado em uma página que divulga eventos da comunidade.

“Baile vai rolar sabadão, tropa. Lona de circo, DJs da casa, grupos de pagode e equipes. Semana que vem, avalanche + atração surpresa”, diz o aviso, divulgado na tarde desta quarta-feira (21).

Decreto de “lockdown” do tráfico

No fim do mês de março, um comunicado assinado por traficantes decretou uma espécie de lockdown por 10 dias em comunidades controladas pelo Comando Vermelho. Após a expiração do “decreto do tráfico”, a programação de bailes voltou à tona.

“Estamos enfrentando um momento delicado por conta do novo coronavírus (Covid-19) e mediante a situação, para evitar aglomerações, não haverá nenhum tipo de evento na nossa comunidade para evitar a disseminação do vírus e proteger a todos”, dizia uma das publicações, na época.

PM afirma que age de forma antecipada nessas ocasiões

Questionada a respeito de uma possível ação naquela região, a Polícia Militar afirmou que a ação nesses locais acontece de forma antecipada, com o objetivo de evitar confrontos.

“Ressaltamos que, em comunidades, os eventos não autorizados podem contar com a presença de criminosos armados, que reagiriam – de maneira inconsequente – a uma intervenção policial, expondo a vida de inúmeros moradores. Diante deste cenário, a Polícia Militar busca agir sempre de maneira prévia, desarticulando os bailes antes de seu início”.

Nota da Polícia Militar

Além disso, a PM afirmou que “a colaboração da população é de suma importância, realizando denúncias detalhadas através do Disque-Denúncia – (21) 2253-1177 – que corroboram diretamente com a identificação dos envolvidos. O anonimato é garantido”.

Já a Prefeitura de São Gonçalo, responsável pela fiscalização em locais com potenciais aglomerações, afirmou que “as ações de fiscalizações do Executivo não incluem áreas consideradas de risco, ficando a cargo da Polícia Militar a repressão de eventos nesses locais”.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');