sexta, 23 de outubro de 2020

Documento contendo acordo de Najila Trindade no caso Neymar é roubado

Najila Trindade na época das investigações do caso Neymar. Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Nesta terça-feira (10) um escritório de advocacia em Santos foi roubado, e um dos itens levados diz respeito a Najila Trindade, que acusou Neymar de estupro no final de 2019.

A modelo havia firmado um termo de confidencialidade com um advogado, e o documento está entre os desaparecidos após o ocorrido. A notícia foi veiculado inicialmente pelo site G1.

A Polícia Civil de Santos já trabalha para identificar os responsáveis pelo crime. O advogado percebeu o roubo quando entrou em seu escritório e viu seus documentos e mesa revirados. O caso envolvendo Neymar foi arquivado em agosto de 2019, por falta de provas que comprovassem o estupro.

Relembre o caso

Neymar foi acusado de ter estuprado Najila Trindade durante viagem da modelo em Paris. Na época, foi confirmado que o craque brasileiro havia pago passagens e hospedagem.

O jogador negou o crime em vídeo, expondo conversas dos dois por Whatsapp. Após investigações, a polícia decidiu não indiciar o jogador e, posteriormente, o processo foi arquivado por falta de provas.

Em setembro de 2019, a Polícia Civil de São Paulo decidiu indiciar Najila pelos crimes de extorsão, denunciação caluniosa e fraude processual em relação ao caso Neymar.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *