quinta, 26 de novembro de 2020

Espancado e morto após agredir companheira em Maricá

O acusado chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Foto: Arquivo

Um homem de 36 anos morreu após ser espancado por populares na comunidade Risca Faca, em Inoã, Maricá, na noite deste domingo (11).  Segundo a Polícia Militar, ele é acusado de esfaquear a própria companheira. 

A PM informou que uma equipe foi acionada para a Unidades de Pronto Atendimento (UPA), de Inoã, após uma mulher de 47 anos dar entrada esfaqueada no peito esquerdo. Ela informou os policiais que havia sido esfaqueada pelo companheiro. 

Diante dos fatos, os policiais foram até a residência do casal, mas o acusado não estava. Os militares foram informados que o homem havia sido agredido por populares e levado para o Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro de Maricá. Ele não resistiu aos ferimentos causados pelas agressões e veio a óbito na unidade de saúde. 

Segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), o aumento de denúncias feitas por telefone em uma comparação entre março de 2019 e 2020, a entidade registrou um acréscimo de 17,9% em ligações para denunciar agressores. Em abril deste ano, quando a quarentena já havia sido decretada em todos os estados brasileiros, a procura pelo serviço cresceu 37,6%. 

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *