sábado, 05 de dezembro de 2020

‘Hello Kitty’, mal-estar entre traficantes em São Gonçalo

Hello Kitty teria causado mal estar entre traficantes. Foto: Arquivo Pessoal

A traficante Rayane Nazareth Cardoso da Silveira, conhecida como ‘Hello Kitty’, teria causado um mal-estar entre lideranças do tráfico de drogas em São Gonçalo, segundo a Polícia Militar. Isso porque Antônio Ilário Ferreira, o ‘Rabicó’, teria o desejo de colocá-la na gerência de uma comunidade do Jardim Catarina, uma possível ascensão da “gata do tráfico” no mundo da criminalidade.

Segundo informações coletadas pelo Serviço de Inteligência (P/2) do 7°BPM (São Gonçalo), o desejo de Rabicó de “subir” Hello Kitty no tráfico, dando-lhe uma posição importante na hierarquia, não agradou antigos traficantes do Jardim Catarina, conhecidos como ‘Neuber’ e ‘Telminho’.

Segundo os criminosos, a posição de gerência em favelas da comunidade deveria ser ocupada por “crias” da mesma comunidade – “soldados” que nasceram no Jardim Catarina – um dos redutos do Comando Vermelho em São Gonçalo. A discordância gerou um grande mal estar entre os criminosos, que integram a “velha guarda” do crime de São Gonçalo.

Apadrinhada pelo traficante Alessandro Luiz Vieira Moura, o ‘Vinte Anos’, a “gata do tráfico” é apontada como principal parceira do criminoso e já foi identificada como integrante de um grupo que realizava assaltos em áreas investigadas pelas delegacias do Centro (76ª DP) e do Fonseca (78ª DP), ambas em Niterói.

Antiga integrante da facção criminosa Amigos dos Amigos (A.D.A), ela “pulou” para o Comando Vermelho após a guerra de grupos criminosos instaurada em São Gonçalo e Niterói após a morte do traficante Schumaker Antonácio do Rosário, o ‘Piloto’, antigo chefe do tráfico de drogas do Jardim Catarina. Ele foi morto em abril do ano passado por Thomas Jayson Gomes Vieira, o ‘3N’.

Recentemente, a polícia recebeu a informação de que tanto ‘Vinte Anos’ como ‘Hello Kitty’ estavam escondidos no Complexo do Salgueiro, que é utilizado como uma espécie de “hotel” do tráfico, onde traficantes caçados pelas forças de segurança do Rio se escondem. O local seria ideal, pois possui diversas rotas de fugas para o Rio e para cidades vizinhas de São Gonçalo.

Policiais militares do 7°BPM (São Gonçalo) e agentes da Polícia Civil realizaram diversas operações nos últimos meses com o objetivo de encontrar as lideranças do tráfico naquela localidade, mas não conseguiram localizar ‘Hello Kitty’ e seu “bonde”.

Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro de ‘Hello Kitty’ e sua “trupe”, pode denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo Facebook/(inbox), ou pelo Disque-Denúncia (21) 2253-1177.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

2 thoughts on “‘Hello Kitty’, mal-estar entre traficantes em São Gonçalo

  1. A mulher é traficante, procurada pela justiça, mas não pode divulgar a foto do rosto pra preservar a moça. Kkkkkkk
    O judiciário do Brasil é uma piada.

  2. Se botasse a foto se rosto , seria mais fácil para o povo reconhecer e denunciar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *