domingo, 24 de janeiro de 2021

Homem que matou cabo da PM em Mesquita é preso no Rio

O cabo Cardoso foi baleado na cabeça enquanto estava em uma ocorrência dentro de uma loja de departamentos. Foto: Reprodução

A Polícia Militar confirmou que foi preso na tarde deste domingo (6) o homem apontado como executor do cabo da PM Derinalto Cardoso dos Santos, morto após uma tentativa de assalto em uma loja de departamentos em Mesquita, na Baixada Fluminense, na tarde da última sexta-feira (5).

A ação foi desencadeada por equipes da Subsecretaria de Inteligência da Polícia Militar (SSI), do 14ºBPM (Bangu) e do 2º Comando de Policiamento de Área. As unidades também contaram com o apoio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP). A polícia confirmou que também prendeu outro homem acusado de dar cobertura à dupla de assaltantes.

A partir de dados de inteligência, os policiais localizaram e prenderam os dois criminosos em um imóvel na Vila Kennedy, na Zona Oeste da cidade do Rio. Os dois foram conduzidos para a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense.

O cabo Cardoso foi baleado na cabeça enquanto estava em uma ocorrência dentro da loja em Mesquita e foi surpreendido por um dos criminosos que atirou e fugiu. Ele chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, mas não resistiu. O cabo da PM foi sepultado na tarde deste sábado (5) no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap.

Apreensão

Na sexta-feira (4), a Polícia Militar prendeu um criminoso nas proximidades do estabelecimento na cidade de Mesquita e, após denúncias, um revólver calibre 38 com numeração suprimida e cinco munições usado na ação criminosa foi apreendido em Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio.

Segundo a polícia, revólver foi usado na morte do cabo da PM. Foto: Divulgação

Homenagens

Cabo da PM recebu diversas homenagens de policiais no Rio. Foto: redes sociais

Desde que a notícia da morte do cabo Derinalto Cardoso dos Santos foi divulgada, diversos batalhões fizeram homenagens ao agente. Os policiais ficavam ao lado das viaturas, perfilados, e acionavam as sirenes dos veículos.

Publicada às 16h18. Atualizada às 18h02.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *