sábado, 05 de dezembro de 2020

Mais de mil hidrômetros roubados em Niterói

Um homem utilizou um carrinho de bebê para furtar hidrômetros no Barreto. Vídeo: via grupo Plantão Enfoco

Moradores da Zona Norte de Niterói têm sofrido com a atuação de criminosos, que vêm realizando uma série de roubos de hidrômetros nas últimas semanas. O último caso foi registrado na madrugada desta terça-feira (20), em que um homem, utilizando um carrinho de bebê, furtou mais de 10 hidrômetros em três ruas do Barreto.

Imagens de câmeras de segurança flagraram a ação criminosa que aconteceu por volta de 1h. No vídeo, é possível ver o suspeito transitando tranquilamente pelas vias do bairro e utilizando o carrinho de bebê como um depósito de hidrômetros.

“Infelizmente esse tipo de ação criminosa tem sido constante aqui na nossa região. Eles aproveitam a madrugada para realizar os furtos e levam para proprietários de ferro-velho como uma fonte de lucro. É difícil dar alguma opinião sobre isso, mas acho que o policiamento tem que ser intensificado durante esse horário nas regiões mais afetadas”, disse o vigia Geovane Rodrigues, de 49 anos.

Durante a madrugada da última terça-feira, as ruas Mululo da Veiga, Valença e Flores da Cunha foram os alvos de um criminoso. Os moradores da via relataram que esse tipo de ação criminosa nunca havia ocorrido nessas ruas e pedem mais policiamento na área.

Funcionários da Águas de Niterói foram até o local, na tarde desta quarta-feira (21), e realizaram os reparos nos hidrômetros violados durante a madrugada.

Questionada a respeito dos bairros mais afetados pelos furtos dos hidrômetros, a Águas de Niterói informou que, de janeiro a outubro de 2020, constatou 1026 furtos de hidrômetro no município.

Os bairros que tiveram maior ocorrência foram: Fonseca (269); Barreto (141); Engenhoca (115); Icaraí (115); Centro (92); Santa Rosa (82); São Lourenço (39); Vital Brasil (32); Largo da Batalha (28); São Francisco (27); Maceió (13); Viçoso Jardim (12); Bairro de Fátima (11); Ingá (11); Cubango (6); Ititioca (6); e os demais furtos foram pulverizados por diversos bairros de Niterói.

De acordo com o comandante do 12º Batalhão (Niterói), Tenente-coronel Sylvio Guerra, a maioria dos furtos é realizada por moradores de rua.

“Já conseguimos conter ações dessa magnitude e realizar algumas prisões desse tipo. Continuaremos a fazer um patrulhamento constante para coibir essa prática”, finalizou.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *