quarta, 30 de setembro de 2020

Mais um caso de ato obsceno dentro de ônibus em Niterói

De acordo com as estudantes, o homem se masturbava dentro do ônibus. Foto: Reprodução/Redes Sociais

“Eu me senti muito vulnerável. Não consigo parar de lembrar da cena dele olhando pra mim”. Esse é o relato de uma estudante da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), do curso de Pedagogia, de 27 anos, que foi surpreendida por um passageiro se masturbando dentro de um ônibus da linha 572M (Niterói-Laranjal), na tarde desta quinta-feira (6).

A vítima relatou o caso na Delegacia do Fonseca (78ª DP), na manhã desta sexta-feira (7), que foi registrado como importunação sexual.

De acordo com a moradora do Jardim Catarina, em São Gonçalo, o caso aconteceu por volta de 17h. Acompanhada da irmã, de 20 anos, ela pegou o ônibus no Terminal Rodoviário João Goulart, no Centro de Niterói, junto com o acusado. Ainda segundo a vítima, ele começou a se masturbar pouco antes de chegar ao mergulhão da Praça Renascença.

“Eu estava conversando com a minha irmã e quando fui olhar para ela, me deparei com a cena desse homem se masturbando. Ele estava olhando para mim. Eu avisei a minha irmã e fiquei em choque, só consegui pegar o celular na bolsa e filmar. Nisso ele cobriu com a camisa e virou o celular que provavelmente estava filmando a gente”, relatou.

A reação da jovem foi mudar de lugar e avisar ao motorista o que estava acontecendo. Dentro do ônibus, ela também encontrou um colega de faculdade e começou a contar em voz alta o fato, a fim de que mais pessoas escutassem, inclusive o acusado. Ainda segundo a estudante, o homem desceu na Alameda São Boaventura, no Fonseca.

“Eu comecei chorar e minha irmã me tirou de lá. Sentamos na frente, avisamos ao motorista. Ele deve ter percebido e quando o ônibus estava parado, ele desceu. Eu me senti muito enojada. Ele não encostou em mim, mas é como se tivesse encostado, cheguei em casa e fui tomar banho correndo, estava com nojo”, contou.

A viação Fagundes, responsável pela linha, foi procurada para comentar sobre o caso mas ainda não emitiu retorno.

Outro caso

Na semana passada, dia 30 de janeiro, uma estudante de biologia também foi importunada sexualmente dentro de um ônibus da viação Araçatuba, linha 47, que faz o trajeto Icaraí – Centro de Niterói, por volta de 16h. O crime foi filmado pela vítima e postado nas redes sociais. Segundo a jovem, o caso aconteceu quando voltava do trabalho, na altura do Solar do Jambeiro, no Ingá. 

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *