sábado, 31 de outubro de 2020

Marceneiro desaparecido há mais de um mês

Celso de Oliveira está desaparecido desde dezembro (Foto: Reprodução/Rede Social)

No último dia 27 completou um mês que familiares e amigos sofrem a angustia do desaparecimento de Celso de Oliveira, de 59 anos. Segundo seu filho do marceneiro, Lucas Silva, ele foi visto pela última vez em Niterói entrando em um ônibus para Itaipuaçu, em Maricá.

Celso é morador do Sapê, na Região de Pendotiba, em Niterói. Ele é casado, tem dois filhos e é conhecido na região por ser marceneiro há 30 anos.

Seu outro filho, Celso Oliveira, informou que continuam incessantemente nas buscas pelo pai, mas até o momento a polícia não tem pistas de onde ele possa estar.

O caso

Celso possui uma oficina no primeiro andar de sua residência. Por volta das 9h do dia 27 de dezembro, sua família achou que ele estava indo trabalhar, quando na verdade saiu de casa e não voltou mais. Seu filho informou que ele é uma pessoa saudável e não apresenta nenhum problema psiquiátrico que pudesse justificar o sumiço.

Os familiares registraram ocorrência na Delegacia de Icaraí (77ª DP). Além disso, já fizeram buscas nos hospitais de Niterói, assim como no Instituto Médico Legal (IML) da cidade. Há ainda uma grande mobilização pelas redes sociais em busca de Celso.

Quem souber de alguma informação que possa ajudar a localizá-lo deve entrar em contato com a Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) pelo telefone 2202-0338.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *