domingo, 17 de janeiro de 2021

Médico suspeito pela morte de ex-passista é preso no Rio

Polícia, Civil, viatura, segurança
Com registro cassado no CRM, profissional tem 34 anotações criminais. Foto: Pedro Conforte

Policiais civis do Rio de Janeiro prenderam, nesta quarta-feira (16), o médico suspeito pela morte da ex-passista Erica Cristina Santos. A ex-passista realizou um procedimento estético com o médico, mas acabou morrendo, no último dia 12.

A polícia descobriu que o médico tem 34 anotações criminais, entre as quais, três óbitos, inclusive de uma criança. Ele teve o registro cassado no Conselho Regional de Medicina (CRM), em 2008, e continuou exercendo a profissão clandestinamente.

Casos de morte de pacientes por procedimentos estéticos feitos sem as devidas precauções, realizados muitas vezes em clínicas particulares, tem sido recorrentes.

Na quarta-feira (15), policiais civis cumpriram mandados de busca e apreensão em endereços ligados a pessoas envolvidas na morte da funkeira Fernanda Rodrigues da Silva, a MC Atrevida. Ela morreu em julho, após realizar procedimentos estéticos em uma clínica de Vila Isabel.

Agência Brasil

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *