quinta, 21 de janeiro de 2021

Moradores de Belford Roxo protestam por sumiço de meninos na Baixada

Moradores incendiaram coletivo próximo à delegacia onde o caso está sendo investigado. Foto: Reprodução/redes sociais

Moradores vizinhos aos jovens que estão sumidos há 16 dias, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, incendiaram um ônibus, no início da tarde desta terça-feira (11), próximo à delegacia que investiga o caso dos meninos.

Impacientes com a falta de solução para o caso, eles acabaram ateando fogo em um coletivo perto da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). Por conta do ato, a rua precisou ser interditada pela Polícia Militar. Os moradores chegaram a se concentrar em frente à sede da especializada.

Lucas Matheus, de 8 anos, Alexandre da Silva, de 10, e Fernando Henrique de 11, não são vistos desde o último dia 27 de dezembro, depois que saíram de casa para jogar bola na região.

Homem preso

Um homem, vizinho dos jovens, foi apontado por moradores como autor do desaparecimento dos adolescentes. Segundo informações, ele foi conduzido à força até a delegacia. Moradores desconfiaram que o homem teria sequestrado os adolescentes para realizar rituais de magia negra.

A Polícia Civil informou, em nota, que apurou que o homem apontado por moradores como responsável pelo desaparecimento dos três adolescentes não tem envolvimento com o crime e que se trata de notícia falsa.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *