sábado, 19 de setembro de 2020

Morte de idoso gera protesto em São Gonçalo

Manifestantes pedem Justiça. Foto: Ibici Silva

A morte do pedreiro Jorge José Elias de Laia, baleado em ação policial na sexta-feira (24), gerou protestos em São Gonçalo. Ele estava completando 61 anos de idade na data, e foi atingido voltando da festa de aniversário que os filhos haviam preparado.

Um grupo de cerca de 50 manifestantes bloqueou parcialmente a rodovia RJ-104, sentido Alcântara, na altura da passarela do bairro Colubandê, por volta das 9h30 deste sábado (25).

O protestou gerou cerca de três quilômetros de congestionamento e foi acompanhado pelo Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRv).

Jorge foi baleado por volta das 17h na esquina de casa, na comunidade ‘Seis Pedal’, entre os bairros Almerinda e Coelho.

Segundo o Batalhão de São Gonçalo (7° BPM) havia uma incursão policial na comunidade. Após uma troca de tiros, segundo a PM, o idoso foi encontrado baleado e socorrido ao Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT), no Colubandê.

Ele foi atingido por uma bala de fuzil na perna direita e transportado no banco traseiro de uma viatura, mas não resistiu aos ferimentos e morreu logo após chegar ao hospital.

Os manifestantes questionam a apreensão de um revólver de calibre 38 perto da vítima. A família contesta, ainda, a informação de que houve uma troca de tiros na região. “Justiça, quem matou foi a polícia!” protestou o grupo.

Familiares relatam que José era pedreiro, residia na comunidade há mais de 30 anos e, por ter perdido a esposa jovem, criou cinco filhos sozinho. Portanto, José não tem envolvimento com o crime e não possuía armamento.

José foi morto na data do seu aniversário. Segundo seu genro Rodrigo Marques, de 33 anos, José foi atingido quando voltava da festa de aniversário preparada pelos filhos no Arsenal.

A família aguarda resolver os trâmites no Instituto Médico Legal (IML) de Tribobó para definir a data do sepultamento.

A morte já está sendo investigada pela Polícia Civil, que informou que homens da Delegacia do Rio D’Ouro (75ªDP) já realizam diligências para apurar as circunstâncias da morte. Já a assessoria da Polícia Militar emitiu a seguinte nota, descrevendo José como ‘criminoso’:

Equipes do 7°BPM (São Gonçalo) em patrulhamento se depararam com alguns indivíduos em atitude suspeita na Comunidade do Seis Pedal, em São Gonçalo. Ao perceberem a chegada dos policiais militares, os criminosos realizaram disparos de arma fogo contra os agentes e houve confronto. Um criminoso ficou ferido e foi socorrido ao Hospital Alberto Torres. Um revólver e dois rádios transmissores foram apreendidos com ele. Ocorrência encaminhada à 75ª DP.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *