terça, 01 de dezembro de 2020

Na internet jovem de Niterói revelava plano contra alunos

Policiamento foi reforçado na escola. Foto: Rede Social

Após a detenção do adolescente de 17 anos, acusado de planejar um atentado em uma escola no bairro de São Domingos, em Niterói, a polícia investiga agora a participação de outros suspeitos de envolvimento na trama criminosa, que seria cometida nesta quinta-feira, mas acabou frustrada pela ação da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente.

Nesta quarta-feira um vídeo gravado pelo estudante da escola circulou pelas redes sociais em que ele alertava alunos do Instituto de Educação Professor Ismael Coutinho (IEPIC) sobre o ataque que executaria: “Amanhã darei só dez segundos para todo mundo correr e é só isso, tá ‘meque’”.

No vídeo o jovem alerta alunas para o ataque. Imagem: Reprodução Rede Social

“Existe a informação de que outras pessoas estão envolvidas, a gente está trabalhando bastante para identifica-las”, disse o delegado José Paulo Pires. 

No último dia 16, em seu perfil pelas redes socais, o adolescente publicou uma mensagem informando que um dos jovens responsáveis pelos assassinatos em Suzano não seria o único.

Em publicação do último dia 16 o adolescente fez uma referência ao tragédia em Suzano. Foto: Reprodução Rede Social

Na noite desta terça-feira (19), o estudante da instituição foi apreendido em sua residência em São Domingos, no local os policiais encontraram uma máscara do seriado espanhol “Lá Casa de Papel”, um facão e um canivete. Os policiais conseguiram chegar até o jovem após denúncias e em seu perfil em uma rede social acabaram descobrindo conversas sobre o plano.

Segundo o delegado titular da DPCA, Robson Gomes, o adolescente tem um perfil frio e não apresentou nenhum arrependimento durante o depoimento. O jovem revelou ainda que sofria bullyng na escola, esse seria o motivo para realizar o ataque. Ainda segundo o delegado, a avó do jovem também foi ouvida e pediu a internação do neto que, segundo ela, é violento e usuário de drogas.  

Em nota a Secretaria Estadual de Educação disse que não tolera nenhum caso de violência nas escolas e não aceitará tais fatos como corriqueiros ou normais. O tema bullying está presente nas ações pedagógicas que fazem parte do cotidiano das unidades escolares, inclusive no Instituto de Educação Professor Ismael Coutinho (IEPIC). 

O jovem foi encaminhado para o Centro Socioeducativo do Barreto, onde permanece à disposição da Justiça. 

Alunos da escola relataram que o jovem teria um comportamento isolado. 

“Parece um filme de terror! Mas apesar disso a escola está bem protegida, o 12º Batalhão de Polícia Militar disponibilizou uma viatura para reforçar a segurança na escola. Ainda não sei se os policiais vão ficar permanentemente, mas já solicitamos que fiquem”, revela a diretora do instituto, Renata Azevedo. 

Segundo o 12º Batalhão, o policiamento permanente na escola está sendo avaliado. 

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

1 thought on “Na internet jovem de Niterói revelava plano contra alunos

  1. Acredito que a política de separação de alunos deva ser revista, na época em que eu estudava crianças de 12 anos não estudavam com alunos de 17 anos, o bullying bem ou mal, serviu para fortalecer muitos que hoje tem a minha idade, inclusive eu. Não que o bullying seja admissível, mas a cultura de vitimismo acaba justificando ações desse tipo. Ainda em tempo, pais, professores, alunos e sociedade devem começar a agir rapidamente para reverter esse tipo de comportamento, em conjunto com implementação de medidas de segurança dentro das escolas, isolando secretaria de partes comuns, dificultando acesso as diferentes áreas/departamentos das escolas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *