segunda, 25 de janeiro de 2021

Natal sensibiliza bandidos com medo da PM em São Gonçalo

7º BPM, operação, PM, São Gonçalo, Polícia Militar
Foto: Pedro Conforte

A série de investidas da Polícia Militar contra assaltantes em diferentes partes de São Gonçalo parece estar deixando o submundo do crime mais ‘sensível’. Nos últimos três dias, pelo menos cinco acusados de roubos foram mortos e outros três baleados em confrontos com policiais. Às vésperas das festas de fim de ano, perfis ligados a grupos criminosos do município alertam para os integrantes não sucumbirem à pressão de roubar.

Foto: Reprodução

A queda dos índices de roubos na área de atuação do Batalhão de São Gonçalo (7º BPM) também é corroborada por dados do Instituto de Segurança Pública (ISP). Segundo o levantamento do mês de outubro, divulgado nesta quarta-feira (25), o tombo foi de 47,5% nos registros gerais de roubos no município. Na comparação dos dez primeiros meses do ano entre 2019 e 2020, o declínio chega a ser de mais da metade (-50,2%).

Somente a respeito dos crimes de roubos de cargas em São Gonçalo, o indicador de janeiro a outubro de 2020, em relação ao mesmo período do ano passado, caiu 43,3%. Em todo o estado houve diminuição de 34% em relação ao acumulado do ano e de 38% em relação a outubro. Um estudo inédito do ISP mostrou ainda que a queda dessa modalidade não tem correlação estatística com o isolamento social.

Apesar do alerta emitido porque ‘os canas (policiais) não estão perdoando’, os dados de mortes em decorrência de intervenção policial em São Gonçalo ainda assim apresentam queda. Na comparação dos dez primeiros meses do ano entre 2019 e 2020, o declínio é de 6%. Em todo o estado, o índice apresenta tombo de 31% neste mesmo período.

Recordando

Na última segunda-feira (23), duas ocorrências do Batalhão de São Gonçalo terminaram com o total de três mortos e um baleado. No Porto Velho, uma troca de tiros terminou com dois mortos, após os militares flagrarem —enquanto realizavam patrulhamento na Rua Saturno — criminosos efetuando roubos.

No mesmo dia, à noite, policiais da Ocupação Santa Izabel realizavam patrulhamento pela RJ-106, na altura do Arsenal, próximo a um laboratório de remédios, quando avistaram um grupo de homens tentando roubar na via. Houve confronto e dois acusados foram baleados. Eles foram socorridos para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, mas um deles não resistiu aos ferimentos.

Já no dia seguinte, na terça-feira (24), um homem morreu após entrar em confronto com policiais militares do 7º BPM (São Gonçalo), na localidade conhecida como Brejal. Segundo a polícia, criminosos estavam cometendo assaltos na RJ-104, no início da tarde. Houve troca de tiros, fazendo com que os criminosos fugissem em direção à comunidade.

No fim do dia, três acusados de trocar tiros com policiais militares acabaram baleados, no Jardim Miriambi, um deles morreu. De acordo com a PM, o tiroteio teria começado após uma equipe do Grupamento de Ações Táticas (GAT) tentar interceptar o veículo, modelo Hyundai, que havia sido roubado no bairro do Laranjal.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *