A Delegacia de Homicídios buscas imagens de câmeras de segurança e informações de testemunhas para identificar o autor. Foto: Arquivo Plantão Enfoco

A Delegacia de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo, Itaboraí (DHNSG) trabalha para tentar identificar o autor da morte do motorista de aplicativo, de 39 anos, executado na noite desta quinta-feira (13), na Rua Doutor Pio Borges, no bairro do Pita, em São Gonçalo. 

“O criminoso efetuou disparos na direção do motorista, ele tirou a passageira e fugiu levando o carro da vítima”, disse Barbara Lomba, delegada titular da DH. 

A principal linha de investigação será latrocínio, roubo seguido de morte. 

Ainda de Acordo com a especializada, equipes realizam diligências à procura de câmeras de segurança e informações de testemunhas que possam levar a identificação e prisão do autor.

Pelas informações iniciais divulgadas na noite desta quinta, o criminoso estaria de moto, porém a polícia descartou os relatos, esclarecendo que o bandido estava de carro, um modelo Corolla branco. Ele abandonou o veículo lavando o carro da vítima, modelo HRV.

Além disso, o motorista estava com dois passageiros no momento do crime. Um casal em que o homem já estava fora do veículo e a mulher que saia quando o criminoso fugiu com o carro.

Execução

Na mesma noite um mototaxista foi executado no bairro de Monjolos, no mesmo município.

Segundo informações, um veículo não identificado teria passado e um ocupante efetuou disparos na direção da vítima e fugiu.

De acordo com a apuração inicial da especializada, o rapaz era morador de Cabuçu, em Itaboraí, onde o tráfico de drogas é controlado pela facção Terceiro Comando Puro (TCP).

No entanto, a DH não informou o envolvimento da vítima com atividades ilícitas.

Os corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Tribobó.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *